Início Hospital em Montes Claros recebe projeto de instalação de energia solar

Hospital em Montes Claros recebe projeto de instalação de energia solar

fevereiro 15, 2022 às 2:33 am
Compartilhe
Siga-nos no Google News
O Hospital Universitário Clemente de Faria foi beneficiado pela Cemig com um projeto que garantiu a instalação de placas fotovoltaicas para proporcionar a redução nos gastos utilizando a energia solar no local
O Hospital Universitário Clemente de Faria foi beneficiado pela Cemig com um projeto que garantiu a instalação de placas fotovoltaicas para proporcionar a redução nos gastos utilizando a energia solar no local. Fonte: Divulgação

O Hospital Universitário Clemente de Faria foi beneficiado pela Cemig com um projeto que garantiu a instalação de placas fotovoltaicas para proporcionar a redução nos gastos utilizando a energia solar no local

A Companhia Energética de Minas Gerais, também conhecida como Cemig, está com um projeto de energia renovável no estado e, durante essa última sexta-feira, (11/02), anunciou mais uma fase dessa iniciativa. O projeto beneficia agora o Hospital Universitário Clemente de Faria (HUCF), localizado em Montes Claros, que recebeu a instalação de placas fotovoltaicas, com o intuito de reduzir os custos com esse recurso utilizando a energia solar como a principal fonte de geração.

Leia também:

Projeto Cemig nos Hospitais leva a instalação de placas fotovoltaicas para o Hospital Universitário Clemente de Faria

O Hospital Universitário Clemente de Faria fica localizado em Santo Expedito, Montes Claros, o hospital integra a estrutura da Universidade Estadual de Montes Claros (Unimontes), sendo um grande centro de tratamento na região. Assim, a Companhia Energética de Minas Gerais (Cemig) desenvolveu um projeto chamado Cemig nos Hospitais que visa levar energia renovável para diversos pontos de todo o estado, incluindo o HUCF, que já está sendo beneficiado com a iniciativa da companhia. 

O projeto proporcionou a instalação de placas fotovoltaicas no edifício, que agora é abastecido com energia solar e poderá aproveitar a redução nos gastos com esse recurso, além de ter uma geração totalmente renovável e sustentável no local. Os investimentos totais aplicados para a iniciativa giram em torno de R$350 mil, voltados para equipamentos, instalação, comissionamento e conexão. Além disso, o hospital agora conta com 158 módulos fotovoltaicos distribuídos em 390 metros quadrados, com potência prevista para 75 kWp e expectativa de geração de 119,3 MWh/ano de energia, um total que consegue atender a mais de 80 residências. 

A iniciativa também proporcionou a aplicação dos investimentos em outros locais do hospital, não se resumindo apenas a energia renovável. Assim, o valor foi utilizado também para a substituição de autoclave e aquecimento solar. Com isso, o Hospital Universitário Clemente de Faria avança para um futuro mais limpo e sustentável, além de ter sido beneficiado com muitas melhorias na infraestrutura do local. 

Programa de Eficiência Energética da Cemig continua trazendo benefícios para o estado de Minas Gerais, com foco na energia solar

Todos os investimentos aplicados na instalação das placas fotovoltaicas no Hospital Universitário Clemente de Farias são provenientes do Programa de Eficiência Energética/Cemig, regulado pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) e com o suporte do Governo de Minas, que tem como objetivo levar uma produção mais limpa para o maior número de edifícios.

Assim, o Cemig e o Governo do Estado já investiram R$ 95,7 milhões em 334 hospitais de 205 municípios mineiros e, até o ano de 2024, a previsão é de investir mais de R$ 65 milhões em novos projetos de eficiência energética nos hospitais de Minas Gerais, com foco na energia renovável. 

O coordenador do projeto Cemig nos Hospitais, Neander Geraldo Resende Lima, comentou sobre a importância do projeto de energia renovável para o edifício e destacou que “Esta iniciativa também contribui para o desenvolvimento econômico em toda a sociedade, uma vez que fomenta o uso de tecnologias mais eficientes e oferece maior dinamismo para o Sistema Interligado Nacional, que opera todo o sistema elétrico. Isto reduz a dependência da geração hídrica, que está muito sujeita ao regime de chuvas”.

Com esse projeto, a Cemig e o governo de Minas Gerais avançam para um futuro mais limpo e sustentável em relação à produção energética, mantendo a sua presença no segmento da energia renovável e expandindo os negócios com novas instalações de placas fotovoltaicas no estado.

Relacionados
Mais recentes