Início Ações da Cemig (CMIG4) despencam no Ibovespa depois do anúncio de R$ 100 milhões em investimentos para comprar usinas fotovoltaicas para produção de energia solar. Queda acumulada no mês chega a 9,6%

Ações da Cemig (CMIG4) despencam no Ibovespa depois do anúncio de R$ 100 milhões em investimentos para comprar usinas fotovoltaicas para produção de energia solar. Queda acumulada no mês chega a 9,6%

junho 30, 2022 às 8:22 am
Compartilhe
Siga-nos no Google News
Ações da Cemig (CMIG4) despencam no Ibovespa depois do anúncio de R$ 100 milhões em investimentos para comprar usinas fotovoltaicas para produção de energia solar - Fonte: Pixabay
Fonte: Pixabay

Assim como a Cemig (CMIG4), a bolsa de valores também teve queda nas negociações. 

As ações da Cemig (CMIG4) despencaram na Bolsa de valores Brasileira, o Ibovespa, depois do anúncio de que a brasileira estaria investindo mais de R$ 100 milhões na compra de três usinas fotovoltaicas para a produção de energia solar. Atualmente, as ações sofrem com queda acumulada de ao menos 9,61% no mês de junho, tendo uma variação negativa acima de 2% no mesmo dia em que houve o anúncio. Enquanto isso, é importante salientar que a variação no ano de 2022 continua positiva, de 9% no primeiro semestre  com seu acumulado de alta de 22% nas últimas 52 semanas. 

Mín — Máx (Dia)10,33 – 10,73
Variação (Dia)-2.06%
Variação (Mês)-9.61%
Variação (2022)+9.75%
Variação (52 semanas)+22.16%
Tabela retirada do portal Infomoney.

A Cemig (CMIG4) é uma das principais companhias energéticas na cidade de Belo Horizonte e fornece energia para diversas regiões do estado mineiro. A empresa vem se tornando referência quando o assunto é transição energética para fugir da crise das hidrelétricas e da falta de chuvas. 

Leia mais sobre crise hídrica e energia no Brasil:

Ibovespa: Fechamento da transação da Cemig (CMIG4) e novos investimentos em usinas fotovoltaicas para energia elétrica 

Vale salientar que os fechamentos das transações, de acordo com a Cemig (CMIG4), poderão variar de acordo com os precedentes para este tipo de compra. O valor será desembolsado à medida que cada uma das usinas compradas entre em produção e gerem retorno para a instituição. Isso impedirá que haja negatividade ou estagnação de caixa.  

Agora, a empresa estima que a UFV Prudente Morais e a UFV Montes Claros começarão a  funcionar efetivamente a partir de setembro deste ano, afirma o anúncio publicado pelo jornal Reuters. Enquanto isso, a UFV de Jequitibá tem expectativa para começar a funcionar mais tarde, somente em fevereiro de 2023. 

A Cemig (CMIG4)  se mostra positiva com a transação e afirma que a decisão da instituição terá voz para criar valor por meio de investimentos capazes de diversificar o portfólio. Por fim, a instituição afirma que um dos seus objetivo com a  aquisição da usinas fotovoltaicas para a produção de energia solar é para trazer inovação para a matriz energética do estado, que é dependente da queima de carvão – que tem alta acumulada de ao menos 103% – e também das hidrelétricas – que enfrentam falta de chuvas na região, o que dificulta o funcionamento dos maquinários. 

É um momento estratégico para a expansão da instituição a longo prazo. Enquanto as ações da companhia elétrica caíram, o Ibovespa também esteve em queda, tendo a sua variação do mês de junho negativa com queda de 10%. 

Relacionados
Mais recentes