Início Telhas solares são a nova aposta para a produção de energia solar fotovoltaica no estado de Goiás e trazem mais eficiência aos sistemas

Telhas solares são a nova aposta para a produção de energia solar fotovoltaica no estado de Goiás e trazem mais eficiência aos sistemas

março 24, 2022 às 1:39 pm
Compartilhe
Siga-nos no Google News
Com um grande crescimento na produção de energia solar fotovoltaica no estado de Goiás, a ANEEL aponta que as telhas solares são a mais nova tecnologia de eficiência para garantir um bom aproveitamento dessa geração
Com um grande crescimento na produção de energia solar fotovoltaica no estado de Goiás, a ANEEL aponta que as telhas solares são a mais nova tecnologia de eficiência para garantir um bom aproveitamento dessa geração. Fonte: Divulgação

Com um grande crescimento na produção de energia solar fotovoltaica no estado de Goiás, a ANEEL aponta que as telhas solares são a mais nova tecnologia de eficiência para garantir um bom aproveitamento dessa geração

Nesta última terça-feira, (22/03), a Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL), comentou sobre o crescimento expressivo da produção de energia solar fotovoltaica no estado de Goiás. Assim, um grande impulsionador dessa expansão são as novas tecnologias utilizadas para essa geração, incluindo as novas telhas solares, um tipo de tecnologia que traz uma série de benefícios e torna toda a produção ainda mais eficiente nos sistemas usuais.

Notícias relacionadas:

Vídeo: Conheça alguns modelos de telhas solares

Telhas solares que estão revolucionando o setor de energia solar. Fonte: YouTube

Produção de energia solar fotovoltaica em residências atinge novos patamares no estado de Goiás e telhas solares são a nova aposta do setor 

Toda a cadeia produtiva dentro do segmento das energias renováveis vem crescendo consideravelmente durante os últimos anos e o estado de Goiás é um bom exemplo dessa expansão. Segundo um levantamento realizado pela ANEEL, os estudos apontam que a classe residencial lidera o ranking de potência instalada em GD (geração distribuída) solar, com cerca de 4,1 GW, mostrando a relevância que a geração de energia solar fotovoltaica vem conseguindo dentro dos espaços residenciais. 

Assim, a expansão da produção também refletiu nos tipos de materiais e tecnologias utilizadas nesses sistemas e novos produtos foram desenvolvidos para essa geração, como por exemplo as telhas solares. Elas são materiais que têm o objetivo de fazer parte da cobertura do imóvel, além de gerar energia elétrica, com a finalidade produzir energia a partir da radiação solar de modo prático, resistente e flexível. Esse produto vem se popularizando cada vez mais dentro do estado de Goiás e vem sendo altamente utilizado pelas residências da região. 

Com isso, Guilherme Nagamine, diretor da L8 Energy, comentou que “A telha solar agrega design na geração de energia renovável e produz 5% mais energia do que os módulos convencionais produzidos em silício. Este produto é menos suscetível a sombras, com captação da luz difusa, tornando- se mais eficiente em locais com baixa luminosidade, independentemente da inclinação dos raios solares. Com isso, não é preciso alterar o projeto arquitetônico para que o telhado possa gerar energia. Os materiais das telhas solares trazem acabamentos cada vez melhores e temos o melhor produto já fabricado para este fim, que traz beleza ao projeto, aliando a eficiência energética ao design da arquitetura”.

Telhas solares trazem muito mais eficiência e produtividade na geração de energia solar fotovoltaica, segundo dados da companhia L8 Energy 

A L8 Energy é uma das grandes empresas atuantes na produção de telhas solares para a aplicação em sistemas de geração de energia solar fotovoltaica e um dos seus projetos mais eficientes com o produto é o de 45,41 kWp instalado no município de Jataí (GO). Dentro do projeto residencial,  foram utilizadas 750 telhas solares L8 em um sistema fotovoltaico misto, que ainda conta com 58 módulos de 395 Wp, todos voltados para garantir a melhor produtividade possível. 

Além disso, o sistema conta atualmente com uma produção de 5.500 kWh por mês, o suficiente para suprir a demanda da família e os donos se mudarão para a casa no começo de abril já com um crédito acumulado de 70.000 kWh, uma vez que a acumulação de crédito é possível dentro dos projetos envolvendo as telhas solares, mais um grande benefício para quem procura investir nesse segmento. 

Por fim, a empresa destaca que as telhas solares possuem vida útil entre 25 e 30 anos, sendo um investimento a longo prazo bastante eficiente nos sistemas residenciais. Assim, o estado de Goiás continua expandindo a presença da produção de energia solar fotovoltaica cada vez mais e pretende alcançar números ainda maiores.

Relacionados
Mais recentes