Início Solfácil pretende expandir vendas de painéis solares e atrair novos investimentos para a instalação de sistemas de energia solar fotovoltaica

Solfácil pretende expandir vendas de painéis solares e atrair novos investimentos para a instalação de sistemas de energia solar fotovoltaica

março 30, 2022 às 9:09 pm
Compartilhe
Siga-nos no Google News
O ano de 2022 irá contar com novas estratégias de para atrair novos investimentos dentro da instalação de sistemas de energia solar fotovoltaica e a Solfácil quer alcançar uma nova meta nas vendas de painéis solares
O ano de 2022 irá contar com novas estratégias de para atrair novos investimentos dentro da instalação de sistemas de energia solar fotovoltaica e a Solfácil quer alcançar uma nova meta nas vendas de painéis solares. Fonte: Divulgação

O ano de 2022 irá contar com novas estratégias de para atrair novos investimentos dentro da instalação de sistemas de energia solar fotovoltaica e a Solfácil quer alcançar uma nova meta nas vendas de painéis solares

A Solfácil é uma fintech de energia solar fotovoltaica que vem crescendo de forma significativa nos últimos anos e está com uma nova estratégia para o ano de 2022. Nesta última segunda-feira, (28/03), a companhia comentou sobre seus planos para expandir as vendas de painéis solares e atrair novos investimentos para a instalação de sistemas para a produção desse recurso.

Veja também:

Ano de 2021 marca grandes conquistas para a Solfácil e empresa pretende expandir vendas de painéis solares significativamente durante o ano de 2022

Com novos olhares sendo destinados para o setor das energias renováveis durante o ano de 2021, a fintech Solfácil conseguiu atingir grandes resultados em relação às vendas de painéis solares e novos projetos de energia solar fotovoltaica ao longo do ano. Assim, a empresa fechou o ano de 2021 com mais de R$ 1 bilhão na carteira, após os projetos de energia solar desenvolvidos com mais de 30 mil clientes ao longo de todo o ano, uma marca nova para a história da companhia.

Além disso, a empresa conseguiu garantir uma grande minimização das emissões de gases poluentes com os painéis solares, já que Os painéis solares financiados pela companhia evitaram a emissão de 17 mil toneladas de Co2, ou o equivalente ao volume de gás carbônico que 69 mil árvores recolheriam da atmosfera em 20 anos. Dessa forma, a expansão das atividades da empresa não só beneficiaram o seu crescimento econômico ao longo do ano de 2021, como também garantiram uma série de impactos positivos ao meio ambiente, contribuindo para um futuro mais sustentável. 

Grande parte desse crescimento se deu em razão dos investimentos que a empresa conseguiu atrair para o segmento e das vendas de painéis solares, que foram expandidas significativamente durante o ano passado. Assim, durante o mês de junho de 2021, a empresa levantou R$ 160 milhões em uma rodada liderada pelo QED Investors e conseguiu atingir a marca de R$ 1,3 bilhão em arrecadação de títulos verdes ao final do ano, principalmente de empresas de médio e pequeno porte, como por exemplo os produtores rurais.

Solfácil irá investir em novas soluções para o segmento da energia solar fotovoltaica, como forma de atrair novos investimentos e expandir vendas no setor 

Após o crescimento expressivo ao longo de todo o ano de 2021, a Solfácil está com uma estratégia de expansão para o ano de 2022 que irá focar no financiamento de painéis solares e na atração de investimentos para novos projetos em parceria com a empresa. Assim, a expectativa é de expandir ainda mais o seu portfólio de produtos ao longo do ano e conseguir uma elevação no capital da carteira em relação às vendas de painéis solares. 

Dessa forma, Fabio Carrara, fundador e CEO da Solfácil, comentou sobre as expectativas para o ano de 2022 em termos de vendas de painéis solares e novos investimentos para o segmento e ressaltou que “Temos muitas oportunidades para explorar, mas o maior foco em 2022 é buscar a liderança como financiadores desses projetos de energia solar”, diz l “Nossa expectativa é fechar 2022 com uma carteira de R$ 3 bilhões.”

Por fim, a outra área de investimentos que a empresa irá focar é na digitalização dos seus processos para o controle da produção de energia solar fotovoltaica de maneira mais assertiva, garantindo um monitoramento de qualidade para os seus mais de 10 mil colaboradores. Assim, a empresa irá avançar para dinamizar ainda mais o segmento dos painéis solares e trazer novas soluções tecnológicas para os seus produtos.

Relacionados
Mais recentes