Início Governo do Rio Grande do Norte irá lançar Atlas com informações sobre as energias renováveis solar e eólica para atrair investimentos ao estado

Governo do Rio Grande do Norte irá lançar Atlas com informações sobre as energias renováveis solar e eólica para atrair investimentos ao estado

março 30, 2022 às 4:08 am
Compartilhe
Siga-nos no Google News
O novo Atlas do governo do Rio Grande do Norte é a aposta do estado para a atração de novos investimentos para a produção das energias renováveis solar e eólica durante os próximos anos
O novo Atlas do governo do Rio Grande do Norte é a aposta do estado para a atração de novos investimentos para a produção das energias renováveis solar e eólica durante os próximos anos. Fonte: Elisa Elsie

O novo Atlas do governo do Rio Grande do Norte é a aposta do estado para a atração de novos investimentos para a produção das energias renováveis solar e eólica durante os próximos anos

Recentemente, o governo do Rio Grande do Norte e o Sistema FIERN lançaram um Atlas com informações sobre as energias renováveis solar e eólica por todo o estado. Como forma de oferecer mais dados para os futuros produtores e, até essa quarta-feira,(30/03), atrair mais investimentos para o segmento no estado durante os próximos anos, expandindo assim a presença do RN no mercado energético nacional.

Confira outras notícias do setor:

Atlas com dados sobre energias renováveis solar e eólica no Rio Grande do Norte é lançado e conta com informações essenciais para a produção futura desse recurso

O Encontro em Defesa das Energias Renováveis, realizado de forma presencial no horário das 8h30 na Casa da Indústria e com transmissão via YouTube foi o palco do lançamento do novo Atlas das energias renováveis solar e eólica no estado do Rio Grande do Norte, como forma de garantir os dados necessários para empreendimentos futuros no setor dentro do estado, que são apontados por pesquisadores como chaves para análises e atração de investimentos em usinas em terra e no mar.

Todo o projeto de desenvolvimento do Atlas das energias renováveis foi realizado em parceria pelo Instituto Senai de Inovação em Energias Renováveis (ISI-ER), por meio de Termo de Colaboração firmado entre o governo, através da Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico (Sedec) e a Federação das Indústrias do estado (FIERN). A FIERN destacou a necessidade de um novo Atlas para as energias renováveis solar e eólica há anos, já que as informações que estavam sendo disponibilizadas já estavam defasadas e antigas no estado. 

Todos os dados para a formação do Atlas foram recolhidos com a utilização de estações solarimétricas instaladas em seis municípios e de uma torre anemométrica na região de Areia Branca. Além disso, todas as análises foram feitas por uma equipe capacitada de pesquisadores, pesquisadoras e especialistas do Instituto, entre mestres, doutores e técnicos. Dessa forma, os empreendimentos futuros para a produção dessas energias renováveis poderão ter uma segurança e uma base de dados maior em relação às condições atuais do território potiguar para a produção solar e eólica. 

Plataforma do Atlas das energias renováveis solar e eólica também conta com informações adicionais sobre a produção energética no estado, visando atrair mais investimentos 

O governo do estado do Rio Grande do Norte e a FIERN buscaram desenvolver um Atlas totalmente completo em relação à produção de energias renováveis no estado e, com isso, a plataforma também conta com informações adicionais. Entre elas, estão disponíveis dados do da Aneel, Empresa de Pesquisa Energética (EPE), Serviço Geológico do Brasil (CPRM), Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) e Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), todos fornecidos pelos órgãos para a composição do banco de dados.

Assim, o diretor do ISI-ER, Rodrigo Mello, comentou sobre a iniciativa e a importância do Atlas e afirmou que “Esta é uma ferramenta de relacionamento com a sociedade que permite aos usuários a construção de mapas com diferentes camadas de informações e o acesso a dados para relações dos recursos eólicos e solar disponíveis com informações socioambientais e de infraestrutura consideradas estratégicas para decisões de investimento e estudos voltados ao setor elétrico”.

Agora, com o lançamento dessa base de dados para consulta pública, o governo do Rio Grande do Norte busca atrair novos investimentos para a instalação de mais projetos voltados para a produção das energias renováveis solar e eólica em todo o estado nos próximos anos.

Relacionados
Mais recentes