Início Senegal terá implementação de energia renovável com programa social, mas apenas 70% da população tem acesso à eletricidade

Senegal terá implementação de energia renovável com programa social, mas apenas 70% da população tem acesso à eletricidade

junho 3, 2022 às 10:38 am
Compartilhe
Siga-nos no Google News
Senegal terá implementação de energia renovável após programa social - Canva
Senegal terá implementação de energia renovável após programa social – Canva

Apesar dos novos investimentos em energia solar por programas sociais no Senegal, é estimado que apenas 70% da população tenha acesso a eletricidade. Esforços são tidos pelo governo para diminuir a cada ano este número. 

Através do Programa Solar de Escala do Banco Mundial, o Senegal e sua República estão conseguindo expandir a cada ano a quantidade de pessoas que fazem o uso de energia renovável. Uma grande parcela dos cidadãos que moram no país e que têm acesso a eletricidade são aqueles que fazem a reprodução da mesma em casa através do vento e da luz solar. Atualmente, é estimado que a capacidade doméstica instalada no país seja de 1.555 MW. 

Com o programa de financiamento a juros mais em conta que está sendo apoiado pelo governo, é estimado que somente durante o ano de 2021, mais de 60 MW tenham sido adicionados na rede doméstica.   Foi durante o mês de maio, por exemplo, que o presidente do país, Sall, inaugurou uma usina solar que seria capaz de produzir até 23 MW, em seu pico. Empresas alemãs também estão aprovando o desenvolvimento do projeto. 

Leia mais sobre:

Projeto social de energia renovável em Senegal tem valor de US$ 24 milhões e foi financiado, em grande parte, por banco alemão 

O banco alemão, Kreditanstalt für Wiederaufbau (KfW), está sendo um dos responsáveis por realizar o financiamento do valor  utilizado pelo governo de Senegal para realizar a implementação de energia solar em algumas cidades. De todos os US $961,54  em financiamento realizado pelo governo africano, é estimado que mais de US$ 21 milhões tenham sido provenientes da instituição alemã. 

A nova central, que está disposta a 40 km da capital de Dakar, deverá abastecer ao menos 30 mil casas por dia. Desta forma, a empresa SENELEC, que é federal, poderá poupar ao menos US $2,8 milhões a cada ano ao não ter que queimar mais combustível e gerar energia para a população. Ao todo, a vida útil de cada um dos painéis instalados para subsidiar a população tenha a vida útil de 25 anos com produção mínima de 80%. Segundo afirmado pelo governo, ao menos 30% da energia que será produzida até o ano de 2030 será renovável como forma de diminuir custos a longo prazo, 

Senegal já conta com 112 MW de energia solar instalada. No entanto, é importante salientar que este número vem aumentando de forma expressiva a cada ano que passa. E a energia verde vem sendo uma forma incentivada por vários governos como maneira de diminuir os custos a longo prazo e ter uma garantia em caso de crise hídrica e energética. Uma grande quantidade de painéis solares no Senegal  estão sendo instalados em média acima do que é instalado globalmente por países sustentáveis. Os dados publicados nesta sexta-feira, 03 de junho, deverão  ser apresentados pelo país durante a COP 27, de novembro, que será realizada no Egito. 

Relacionados
Mais recentes