Início Tim desenvolve projeto de energia renovável para a implantação de sites 4G na Bahia movidos a energia solar

Tim desenvolve projeto de energia renovável para a implantação de sites 4G na Bahia movidos a energia solar

janeiro 18, 2022 às 12:30 pm
Compartilhe
Siga-nos no Google News
A operadora Tim desenvolveu um projeto de energia renovável e implantou sites da tecnologia 4G movidos a energia solar no estado da Bahia
A operadora Tim desenvolveu um projeto de energia renovável e implantou sites da tecnologia 4G movidos a energia solar no estado da Bahia. Fonte: Divulgação

A operadora Tim desenvolveu um projeto de energia renovável e implantou sites da tecnologia 4G movidos a energia solar no estado da Bahia

A Tim é uma das maiores operadoras de celular do Brasil e, durante esta última segunda-feira, (17/01), deu um grande passo ao anunciar o seu projeto voltado para energia renovável. Assim, a companhia está instalando sites de tecnologia 4G na Bahia movidos à energia solar, visando cobrir todo o estado até 2022 com eficiência energética, trazendo mais sustentabilidade para as suas operações na região.

Não deixe de ler outras notícias do setor:

Tim irá cobrir todo o estado da Bahia com tecnologia 4G movida à energia solar em seu novo projeto de sustentabilidade

O SkyCoverage, novo projeto de sustentabilidade da Tim, tem como objetivo a implantação de sites 4G em todo o estado da Bahia movidos à energia solar, como parte da iniciativa voltada para a energia renovável no mercado brasileiro. Até o momento, já foram instalados e ativados sites em 97 localidades rurais e outros 52 sites em áreas urbanas, em um total de 149 municípios. Assim, a companhia segue com seus esforços para garantir operações mais sustentáveis no território brasileiro. 

O projeto da gigante no ramo de telefonia está priorizando o uso de diferentes tecnologias, inclusive de estruturas simplificadas e uso de energia renovável, como painéis solares para conectar torres e antenas. Com isso, a Tim vem instalando antenas de tecnologia 4G para cobrir distritos, vilas, estradas, resorts e pontos turísticos que não são atendidos por nenhuma outra operadora de celular, como forma de expandir a sua presença no estado e no mercado nacional. 

Com isso, a operadora consegue atingir novos clientes e colaboradores ao passo em que consegue expandir a utilização da energia renovável para suprir as suas operações no território nacional. Além disso, a companhia irá adotar a energia solar por se tratar de um recurso facilmente produzido no Brasil, já que o país possui uma posição geográfica favorável a essa geração e é um dos líderes mundiais se tratando da energia fotovoltaica. 

Cobertura 4G a base de energia solar é a nova aposta da Tim para aproveitar a cadeia de produção brasileira de forma mais simples e rentável 

A companhia de telefonia vem investindo na adesão de energia de matriz renovável para garantir o funcionamento das suas estações (antenas), com adesão a soluções offgrid, ou seja, aquelas que não dependem de energia elétrica para o seu funcionamento e cobertura. Outro ponto principal do projeto é o de levar a rede de quarta geração a locais de difícil acesso e que não recebem nenhum serviço de outras operadoras ainda, sendo mais um investimento na atração de novos clientes. 

Além disso, a companhia consegue cobertura 4G com infraestrutura simplificada, de baixo impacto ambiental e menor custo. Ageu Guerra, Gerente de Engenharia da TIM Nordeste, comentou sobre a relevância do projeto de energia renovável para o ano de 2022 e como será importante para o crescimento desse segmento. O executivo destacou que  “Esse novo projeto foi desenvolvido com o intuito de levar conectividade à população baiana que não tem acesso à conectividade de ponta por questões logísticas e de infraestrutura, com o uso de diferentes tecnologias”.

A Tim já consegue, atualmente,  levar a tecnologia 4G para 295 dos 417 municípios baianos e para 77 com o 4,5G. Além disso, a companhia disponibiliza o serviço de voz sobre a rede 4G (VoLTE) para 1.223 localidades da região, sendo 294 da Bahia. O que se espera agora é que a operadora continue investindo na tecnologia 4G de forma sustentável e limpa em todo o Brasil.

Relacionados
Mais recentes