Início Malwee vem investindo em energias renováveis para as suas fábricas

Malwee vem investindo em energias renováveis para as suas fábricas

março 8, 2022 às 9:37 am
Compartilhe
Siga-nos no Google News
A empresa de moda Malwee vem, nos últimos anos, investindo cada vez mais no abastecimento das suas fábricas por meio de energias renováveis, como a energia eólica, garantindo mais sustentabilidade na produção
A empresa de moda Malwee vem, nos últimos anos, investindo cada vez mais no abastecimento das suas fábricas por meio de energias renováveis, como a energia eólica, garantindo mais sustentabilidade na produção. Fonte: Divulgação

A empresa de moda Malwee vem, nos últimos anos, investindo cada vez mais no abastecimento das suas fábricas por meio de energias renováveis, como a energia eólica, garantindo mais sustentabilidade na produção

Uma das maiores companhias de moda do Brasil, a Malwee está cada vez mais presente na questão da sustentabilidade dentro da sua produção e, durante os últimos anos, vem investindo no abastecimento por meio de energias renováveis. Assim, a companhia comentou, durante esta última sexta-feira, (04/03), sobre a energia eólica que abastece as suas fábricas e a redução de emissão de carbono na atmosfera.

Não perca:

Além de suas fábricas, as fontes de energias renováveis são uma fonte de inspiração para novas coleções da Malwee. Fonte: Twitter

Energias renováveis vêm sendo a aposta da Malwee para garantir mais sustentabilidade dentro das suas fábricas no Brasil 

A Malwee é, sem sombra de dúvidas, uma das maiores empresas no Brasil no ramo da moda, conseguindo uma produção total de mais de 45 milhões de peças durante todos os anos. Assim, uma companhia desse porte precisaria estar integrada nas questões ambientais. E por isso, a Malwee vem investindo cada vez mais na sustentabilidade dentro da sua produção. Com foco no abastecimento das fábricas por meio de fontes de energias renováveis, principalmente a energia eólica. 

Com isso, desde 2020, segundo a marca, 83% da energia elétrica empregada no parque fabril é de fonte eólica, um grande avanço tanto para o incentivo à energia eólica no Brasil quanto para a sustentabilidade dentro das fábricas têxteis no país, que consomem uma enorme quantidade desse recurso todos os anos.

Assim, dentro da produção de peças, foram 41.622 MWh consumidos nesses dois anos, associados a uma redução de cerca de 86% das emissões ligadas ao consumo de energia elétrica. Com isso, a empresa procura cada vez mais adotar medidas de sustentabilidade dentro das fábricas. Apesar de não possuir um complexo de energia eólica próprio, a Malwee utiliza de parcerias com terceiros para o abastecimento desse recurso, o que acaba encarecendo um pouco o processo.

Isso acontece pois a empresa precisa da garantia de que essas energias renováveis não sofrerão com problemas durante o abastecimento. Por fim, desde 2020, a Malwee substituiu a energia térmica de fontes não renováveis pela biomassa, que é renovável, reduzindo em 75% as emissões de carbono na atmosfera, um dos maiores problemas durante a produção das peças na empresa. 

Companhia Malwee fala sobre responsabilidade ambiental e ressalta que seguirá investindo na sustentabilidade dentro da produção no mercado nacional 

Com os projetos voltados para a sustentabilidade dentro da produção da empresa, a Malwee conseguiu grandes resultados nos últimos dois anos, utilizando a energia eólica como principal fonte de abastecimento. Assim, 87% da energia total consumida atualmente é vinda de fontes renováveis, sendo 87% da elétrica e 70% da térmica.

A companhia também está com um plano a longo prazo, para o ano de 2030, na qual ela irá adotar também os painéis solares dentro das empresas e, além disso, incentivar fornecedores da marca a também realizarem a transição para energias renováveis, atraindo mais empresas para o segmento. 

Com isso, Guilherme Moreno, o gerente de marketing da Malwee, comentou sobre a iniciativa e destacou que “Nossa intenção é puxar essa mudança, abrir portas e caminhos para que outras marcas venham com a gente. Quanto mais marcas discutem os impactos da moda no mundo e trouxerem o consumidor para essa conversa, mais rápida vai ser essa virada cultural e de comportamento de fazer escolhas melhores ao comprar moda”. 

Agora, a Malwee continua avançando em busca de mais sustentabilidade dentro da sua produção e, além disso, puxando novas companhias para o mesmo caminho e colaborando para a redução dos impactos ambientais causados pelo segmento da moda no país.

Relacionados
Mais recentes