Início Governo do Tocantins faz audiência pública para projetos de parceria público-privada para atrair mais investimentos à produção de energia solar fotovoltaica no estado

Governo do Tocantins faz audiência pública para projetos de parceria público-privada para atrair mais investimentos à produção de energia solar fotovoltaica no estado

março 22, 2022 às 11:00 pm
Compartilhe
Siga-nos no Google News
O Governo do Tocantins realizou uma audiência pública com representantes do estado para atrair mais investimentos para a produção de energia solar fotovoltaica por meio de projetos de parceria público-privada
O Governo do Tocantins realizou uma audiência pública com representantes do estado para atrair mais investimentos para a produção de energia solar fotovoltaica por meio de projetos de parceria público-privada. Fonte: Pixabay

O Governo do Tocantins realizou uma audiência pública com representantes do estado para atrair mais investimentos para a produção de energia solar fotovoltaica por meio de projetos de parceria público-privada

Visando expandir ainda mais a produção de energias renováveis, com foco na energia solar fotovoltaica, o Governo do Tocantins realizou uma audiência pública, com os principais representantes do segmento. Portanto, a missão da administração do estado a partir dessa terça-feira, (22/03), é atrair novos investimentos ao desenvolver projetos de parceria público-privada com empresas e grandes produtores que atuam na região.

Não deixe de conferir:

Estado do Tocantins terá incentivos à produção de energia solar fotovoltaica por meio de projetos de parceria público-privada com os investidores da região 

O estado do Tocantins possui um alto potencial para a produção de energias renováveis, principalmente a energia solar fotovoltaica, em razão da posição geográfica favorável a essa geração. Assim, o Governo do Tocantins realizou uma audiência pública com os principais representantes do setor no estado, com o objetivo de desenvolver projetos de parceria público-privada e atrair mais investimentos ao longo dos próximos anos, com foco nas empresas privadas que atuam no segmento dentro do estado. 

A audiência pública foi realizada pela Secretaria de Parcerias e Investimentos (SPI), Secretaria Extraordinária de Parcerias Público-Privadas, Secretaria da Infraestrutura, Cidades e Habitação (Seinf) e Companhia Imobiliária de Participações, Investimentos e Parcerias (Tocantins Parcerias). Assim, o Programa de Parcerias Público-Privadas, criado durante a reunião e voltado para a produção de energia solar fotovoltaica, pretende se comunicar diretamente com os investidores do segmento privado dentro deste setor para que novos projetos sejam realizados com o apoio do próprio estado. 

Dessa forma, a iniciativa do Governo do Tocantins irá contribuir para um desenvolvimento socioeconômico ainda maior durante os próximos anos, já que os investimentos que serão aplicados dentro do estado também irão refletir na qualidade de vida dos moradores, uma vez que mais oportunidades de emprego serão disponibilizadas dentro das construções e obras nos projetos de energia solar fotovoltaica. O  secretário da Parcerias e Investimentos, José Humberto Pereira Muniz Filho, afirmou que essa é uma forma do estado conseguir avançar para o futuro em relação à sustentabilidade, sem deixar de lado o compromisso com o desenvolvimento do estado nesse processo. 

Com projetos de parceria público-privada no Tocantins, estado deverá arrecadar mais de R$ 1 bilhão na economia, em decorrência da produção de energia solar fotovoltaica

Com o desenvolvimento das parcerias com o setor privado do mercado regional, o estado espera receber cerca de R$ 157 milhões de investimento privado, além de que, em 25 anos, a economia é estimada em R $1 bilhão aos cofres públicos e, ao final, os equipamentos passam para o Estado. Essa é uma forma de garantir que os projetos também possam ser benéficos para o desenvolvimento do Tocantins e não fiquem apenas na esfera privada, beneficiando os grandes empresários do estado. 

Assim, o presidente da Tocantins Parcerias, Aleandro Lacerda, ressalta que “Nós estamos estabelecendo uma projeção de uma parceria de 25 anos, a qual vai trazer benefícios com descontos reais, fora as questões ambientais de uma energia limpa focando na sustentabilidade. A gente espera com este momento da audiência pública, receber todas as dúvidas e sugestões, além disso temos também a Consulta Pública que está aberta até o dia 22 de março. Essa estruturação permite ao Governo estabelecer a modernidade e economicidade para a gestão pública e com isso a gente vai trazer bônus para as transações do crédito de carbono em um futuro breve”.

Por fim, o foco na sustentabilidade e na expansão dos olhares para a produção de energia solar fotovoltaica no estado são grandes pontos discutidos durante a audiência e são alguns dos principais desejos do governo do estado.

Relacionados
Mais recentes