Início Amazônia Que Eu Quero: Plataforma irá apresentar projeto de soluções de energia limpa e incentivo ao uso de fontes renováveis ao promover a sustentabilidade no estado

Amazônia Que Eu Quero: Plataforma irá apresentar projeto de soluções de energia limpa e incentivo ao uso de fontes renováveis ao promover a sustentabilidade no estado

março 22, 2022 às 4:54 am
Compartilhe
Siga-nos no Google News
A plataforma Amazônia Que Eu Quero irá apresentar um projeto com 10 soluções voltadas para a produção de energia limpa e o incentivo ao uso de fontes renováveis no estado, visando mais sustentabilidade no futuro
A plataforma Amazônia Que Eu Quero irá apresentar um projeto com 10 soluções voltadas para a produção de energia limpa e o incentivo ao uso de fontes renováveis no estado, visando mais sustentabilidade no futuro. Fonte: Divulgação

A plataforma Amazônia Que Eu Quero irá apresentar um projeto com 10 soluções voltadas para a produção de energia limpa e o incentivo ao uso de fontes renováveis no estado, visando mais sustentabilidade no futuro

Com o objetivo de promover a sustentabilidade dentro do estado da Amazônia, um relatório com as 10 soluções de energia limpa e a produção desse recurso a partir de fontes renováveis foi apresentado na última quarta-feira, (16/03). Esse projeto será entregue aos parlamentares ainda no ano de 2022, por meio da plataforma Amazônia Que Eu Quero e será votado pelo legislativo.

Não deixe de conferir:

Relatório com 10 soluções de energia limpa e incentivo ao uso de fontes renováveis é apresentado pela plataforma Amazônia Que Eu Quero nesta semana 

Um relatório com 10 soluções de energia limpa para o estado da Amazônia foi apresentado nesta quarta-feira pelo Comitê de Energias Limpas da plataforma sustentável Amazônia Que Eu Quero. Essa lista com as soluções será entregue posteriormente aos parlamentares para se tornar um projeto concreto e irá incentivar à sustentabilidade e a produção de energia através de fontes renováveis ainda durante este ano de 2022. 

O Comitê de Energias Limpas é formado pelo Prof. Raimundo Cláudio Gomes, da Universidade do Estado do Amazonas; Prof. Alaan Ubaiara Brito, Universidade Federal do Amapá; Prof. Artur de Souza Moret, Universidade Federal de Rondônia; Maria Conceição Escobar, SEINF Roraima; Prof. Marcelo Raiol – Universidade do Estado do Pará; Prof. Francisco Eulálio Santos – Universidade Federal do Acre. Esse grupo, além de apresentar este caderno de soluções, vem investindo seus esforços para trazer novos olhares para a produção de energia limpa no estado e trazer mais sustentabilidade para o futuro da região. 

Confira abaixo as 10 soluções apresentadas no relatório à plataforma Amazônia Que Eu Quero: 

  • Programa de responsabilidade social de acesso à energia e geração de renda;
  • Programa de incentivo de implementação de empreendimentos de micro e pequeno porte;
  • Programa de educação- eficientização energética;
  • Programa de capacitação na área de energia renovável;
  • Programa de difusão tecnológica para fontes apropriadas para os locais;
  • Programa de incentivos fiscais para empreendimentos de energia;
  • Programa de incentivo à Produção Nacional de equipamentos para a geração de eletricidade;
  • Estratégias para a Geração de Energia Elétrica a partir do uso do Gás Natural (GN);
  • Estratégias para aproveitamento dos Resíduos Sólidos e destinação para produção em energia;
  • Estratégias para a descarbonização.

Caderno de soluções da plataforma Amazônia Que Eu Quero pretende trazer mais sustentabilidade para o estado e será apresentado aos parlamentares

O programa do Comitê de Energias Limpas da plataforma não só pretende trazer novos olhares para a produção de energia limpa através de fontes renováveis, mas também tenta unir a sustentabilidade ao compromisso social dentro do estado do norte do país. Isso acontece pois, não basta apenas incentivar a produção de energias e novos projetos voltados para esse debate, é necessário também incluir a população e garantir o acesso a essa iniciativa para eles, em especial a parte periférica do estado. 

Assim, a eficiência energética, cursos de capacitação e a utilização de fontes renováveis disponíveis localmente, seja solar, biomassa, biogás, eólica e de sistemas híbrido, para a produção de energia limpa, são alguns dos pontos que serão levados adiante dentro dessa plataforma de sustentabilidade do estado, visando uma união maior com a comunidade para garantir um futuro mais limpo e consciente. 

Por fim, os representantes e organizadores da iniciativa aguardam agora a chegada do caderno de soluções aos parl amentares, que deverá acontecer ainda neste ano, por volta do mês de setembro. Eles esperam conseguir mais incentivos para o projeto e obter o apoio do estado para expandir essa iniciativa. 

Relacionados
Mais recentes