Início Governo do Tocantins busca investimentos para a produção de energia solar por meio de projetos de parceria público-privada para a construção de usinas solares

Governo do Tocantins busca investimentos para a produção de energia solar por meio de projetos de parceria público-privada para a construção de usinas solares

março 28, 2022 às 9:26 pm
Compartilhe
Siga-nos no Google News
Visando novos investimentos para a produção de energia solar no estado, o Governo do Tocantins realizou um evento para apresentar e debater projetos de parceria público-privada para a construção de usinas solares na região
Visando novos investimentos para a produção de energia solar no estado, o Governo do Tocantins realizou um evento para apresentar e debater projetos de parceria público-privada para a construção de usinas solares na região. Fonte: Pixabay

Visando novos investimentos para a produção de energia solar no estado, o Governo do Tocantins realizou um evento para apresentar e debater projetos de parceria público-privada para a construção de usinas solares na região

Nessa segunda-feira, (28/03), o Governo do Tocantins continua de olho na produção de energia solar e procura novos investimentos para a expansão do segmento no estado. Recentemente, a Secretaria de Parcerias e Investimentos realizou um evento para a apresentação de projetos de parceria público-privada para a construção de usinas solares junto com empresas interessadas no ramo.

Confira outras notícias do setor:

Reunião com investidores foi realizada pelo Governo do Tocantins para a apresentação de projetos voltados para a produção de energia solar

Esta última sexta-feira foi marcada por um grande momento para o setor das energias renováveis no estado do Tocantins, uma vez que o governo, por meio da Secretaria de Parcerias e Investimentos e a Tocantins Parcerias e em conjunto com o Instituto de Planejamento e Gestão de Cidades (IPGC), realizou um roadshow com representantes do setor energético para a apresentação e debate de projetos de parceria público-privada que visam a construção de usinas solares no estado. 

Assim, o evento contou com representantes da administração pública e mais 90 representantes do setor privado as potencialidades do projeto para contratação de PPP. Os projetos serão realizados na modalidade de concessão administrativa dos serviços de instalação, operação e manutenção de miniusinas solares, visando o abastecimento de edifícios do estado e uma contribuição maior para a minimização dos impactos ambientais durante os próximos anos. Essa é uma forma de atrair novos investimentos para esse segmento dentro do estado e garantir novos olhares para a economia da região.  

Com isso, o secretário de Parcerias e Investimentos, José Humberto Pereira Muniz Filho, que junto com os técnicos do IPGC, conduziu a apresentação e comentou sobre a relevância desse momento para o futuro da produção de energia solar dentro do estado do Tocantins, destacando também que “A grande participação de interessados e possíveis investidores garante que estamos no caminho certo e que a PPP da energia solar será um sucesso. Não só pelo grande número de pessoas, mas pelo elevado nível da participação dos representantes do mercado”.

Governo do Tocantins continua com consulta pública para projeto de energia solar e pretende atrair investimentos milionários para o segmento ao levá-lo adiante nos próximos anos 

O Governo do Tocantins está bastante interessado no desenvolvimento de novos projetos de parceria público-privada voltados para o segmento das energias renováveis, com foco na produção de energia solar, uma vez que o estado possui uma posição privilegiada para essa geração. Assim, a administração realizou uma audiência pública para o projeto de construção de usinas solares e, além disso, ainda está com uma consulta pública para a iniciativa, que pode ser acessada no site (AQUI), para os que querem entender mais sobre o projeto de investimentos do governo. 

Agora, com o projeto de construção das usinas solares no estado, o Governo do Tocantins espera atrair mais de R$ 157 milhões em investimentos durante os próximos anos e o montante será aplicado pelas empresas vencedoras da licitação para a implantação das unidades de geração fotovoltaica por todo o estado, com foco na eficiência energética e na produção com mais sustentabilidade e responsabilidade ambiental, para garantir a minimização dos impactos ao meio ambiente nas atividades.

Assim, o projeto de parceria público-privada espera garantir uma redução de mais de 2 mil toneladas a emissão de gás carbônico na atmosfera, o que equivale ao montante de gás absorvido anualmente por 130 mil árvores e será bastante positivo para o estado se tornar uma referência em compromisso ambiental.

Relacionados
Mais recentes