Início Renault e Neoenergia fazem parte de projeto de sustentabilidade e redução na emissão de carbono na ilha de Fernando de Noronha

Renault e Neoenergia fazem parte de projeto de sustentabilidade e redução na emissão de carbono na ilha de Fernando de Noronha

março 25, 2022 às 8:32 pm
Compartilhe
Siga-nos no Google News
Com o intuito de trazer mais sustentabilidade, reduzir a emissão de carbono e aproveitar a geração de energia solar, a ilha de Fernando de Noronha agora conta com o apoio da Renault e da Neoenergia no seu projeto
Com o intuito de trazer mais sustentabilidade, reduzir a emissão de carbono e aproveitar a geração de energia solar, a ilha de Fernando de Noronha agora conta com o apoio da Renault e da Neoenergia no seu projeto. Fonte: Divulgação

Com o intuito de trazer mais sustentabilidade, reduzir a emissão de carbono e aproveitar a geração de energia solar, a ilha de Fernando de Noronha agora conta com o apoio da Renault e da Neoenergia no seu projeto

A administração da ilha de Fernando de Noronha está cada vez mais investida na causa da sustentabilidade e vem desenvolvendo um projeto para neutralizar a emissão de carbono e expandir o uso de energia solar. Agora, a Neoenergia e a Renault fazem parte da iniciativa e comentaram, durante esta última segunda-feira, (21/03), sobre a participação das companhias e sua colaboração dentro da iniciativa da ilha.

Não perca:

Projeto de sustentabilidade da ilha de Fernando de Noronha conta com a participação das companhias Renault e Neoenergia para trazer novos olhares para a questão 

A ilha de Fernando de Noronha sempre foi bastante engajada com a causa ambiental e conta com um projeto de sustentabilidade que visa neutralizar a emissão de carbono na região até o ano de 2030. Agora, após anos com diversos parceiros dentro da iniciativa, o projeto conta com a participação da Renault e da Neoenergia, fortes aliadas no combate à emissão de gás carbônico e na contribuição para a minimização dos impactos ambientais pelo arquipélago. 

Assim, a Renault esteve na ilha nesta segunda-feira para realizar a entrega de dez unidades do Renault Zoe E-TECH Electric, que serão utilizadas em Fernando de Noronha pelo projeto de Pesquisa e Desenvolvimento da Neoenergia Pernambuco. Essa é uma forma de garantir a redução na emissão de carbono, uma vez que a frota de carros entregue é totalmente elétrica e não trará prejuízos ao meio ambiente durante a sua utilização por todo o arquipélago. 

Além disso, a Neoenergia também está dentro da iniciativa e será a responsável pela instalação de duas usinas de geração de energia limpa por meio de placas solares, bem como pelo desenvolvimento e avaliação de soluções e modelos de negócios aderentes à realidade da ilha. Estiveram presentes na solenidade desta última segunda-feira o governador do Estado de Pernambuco, Paulo Câmara, do presidente da Neoenergia Pernambuco, Saulo Cabral, e do administrador da ilha de Fernando de Noronha, Guilherme Rocha, entre outras autoridades, todas unidas por uma causa única, a sustentabilidade e o compromisso ambiental dentro da ilha. 

Entrega de carros elétricos e novas usinas de energia solar vão garantir um crescimento no projeto de sustentabilidade da ilha de Fernando de Noronha

Toda a parceria da administração da ilha com empresas de diversos ramos é de extrema importância para que o projeto possa caminhar e a redução esperada na emissão de carbono seja alcançada. Assim, a entrada de veículos Renault E-TECH Electric na frota urbana da ilha de Fernando de Noronha, que começou em junho de 2019, marca um grande passo dado para que o futuro seja com neutralidade na emissão de carbono na ilha.

Com isso, Saulo Cabral, presidente da Neoenergia Pernambuco, destaca que “Mais que simplesmente ampliar veículos elétricos, ecopostos e sistemas de geração de energia limpa na ilha, o Trilha Verde tem o propósito de avaliar a viabilidade de modelos de negócios sob os aspectos ambientais, técnicos e econômicos em Fernando de Noronha. Acreditamos que o projeto de Pesquisa e Desenvolvimento irá impulsionar a sustentabilidade em um ecossistema preservado como Noronha e contribuir de forma determinante com o processo de descarbonização nos variados segmentos econômicos do arquipélago”. 

Além disso, as usinas de energia solar, que serão construídas nos locais conhecidos como Vacaria e Laboratório Noronha, próximo à usina de tratamento de resíduos, servirão como um ótimo impulsionador para a minimização desses impactos ambientais, uma vez que a ilha terá um abastecimento totalmente limpo e renovável.

Relacionados
Mais recentes