Início Multinacional NGK faz investimentos de R$ 2 milhões para construção de usina de energia solar fotovoltaica e continua com seus esforços para a sustentabilidade na produção

Multinacional NGK faz investimentos de R$ 2 milhões para construção de usina de energia solar fotovoltaica e continua com seus esforços para a sustentabilidade na produção

abril 13, 2022 às 8:35 pm
Compartilhe
Siga-nos no Google News
A construção da usina de energia solar fotovoltaica e o reprocessamento de resíduos da produção são alguns dos investimentos da multinacional NGK para garantir mais sustentabilidade nas suas operações no Brasil
A construção da usina de energia solar fotovoltaica e o reprocessamento de resíduos da produção são alguns dos investimentos da multinacional NGK para garantir mais sustentabilidade nas suas operações no Brasil. Fonte: Divulgação

A construção da usina de energia solar fotovoltaica e o reprocessamento de resíduos da produção são alguns dos investimentos da multinacional NGK para garantir mais sustentabilidade nas suas operações no Brasil

A companhia multinacional japonesa NGK, especialista em sistemas de ignição com alta tecnologia, anunciou na última sexta-feira, (08/04), os investimentos de R$ 2 milhões para a construção de uma usina de energia solar fotovoltaica na sua fábrica de Mogi das Cruzes. Essa é mais uma iniciativa da NGK neste segmento, uma vez que o local já conta com o reprocessamento de resíduos na produção para garantir mais sustentabilidade, e agora, terá também um abastecimento energético totalmente renovável.

Notícias relacionadas:

Construção de usina de energia solar fotovoltaica na fábrica da NGK em Mogi das Cruzes irá receber um total de R$ 2 milhões de investimentos para as obras 

A multinacional japonesa NGK já conta com uma grande presença no mercado das energias renováveis dentro das suas operações em todo o mundo e, inclusive, no próprio território nacional. A empresa  já detém o maior sistema fotovoltaico da região do Alto Tietê,  que é composto por cerca de 3 mil módulos e 10 inversores, ocupando dois hectares do terreno da fábrica, mas quer expandir ainda mais a utilização de energia solar dentro da sua cadeia produtiva no Brasil. 

Dessa forma, a empresa anunciou nesta sexta-feira o pacote de investimentos de R$ 2 milhões para a construção de uma usina de energia solar fotovoltaica na sua fábrica localizada em Mogi das Cruzes, no estado de São Paulo. O projeto de sustentabilidade que visa a construção da estrutura faz parte da iniciativa Ecovison 2030, um programa da NGK que é voltado para todas as suas operações no mercado internacional.

Além disso, estabelece metas de resposta às mudanças climáticas, como a utilização de energias provenientes de fontes renováveis, por exemplo.  Além da utilização de uma energia totalmente renovável com a construção da usina de energia solar fotovoltaica em sua planta de Mogi das Cruzes, a NGK também está buscando potencializar a sua produtividade e eficiência produtiva.

Assim, os investimentos serão essenciais para a empresa ampliar o abastecimento da unidade de Mogi das Cruzes, possibilitando um aumento da capacidade de geração de energia em 36%, o que irá garantir muito mais recursos a serem utilizados dentro da cadeia produtiva dos sistemas de ignição no local. 

Multinacional NGK já conta com outras iniciativas de sustentabilidade dentro da planta de Mogi das Cruzes, além da utilização da energia solar na produção

A NGK não só vem investindo pesado na utilização de energias provenientes de fontes renováveis dentro das suas plantas de produção, como também busca outras alternativas de sustentabilidade. Assim, a companhia reprocessa 90% de seus resíduos (12 toneladas por mês) e recicla 70% da água utilizada por meio de uma estação de tratamento de efluentes da própria fábrica em sua operação na cidade de Mogi das Cruzes. 

Dessa forma, Eduardo Tsukahara, diretor gerente da empresa, comentou sobre a relevância das iniciativas de sustentabilidade para a NGK e afirmou que “No período de um ano, a NGK deixou de emitir aproximadamente 104 toneladas de CO2, o que corresponde ao plantio de 645 árvores por ano. Essas duas iniciativas também são consideradas parte importante desse esforço da empresa, que visa promover o crescimento sustentável em todas as suas atividades no Brasil com a redução dos impactos ambientais e o aumento da produtividade”.

A empresa é referência na adoção de alternativas e soluções voltadas para a sustentabilidade e o compromisso ambiental dentro da cadeia produtiva e a construção da usina de energia solar fotovoltaica é somente mais um passo dado em busca de operações mais conscientes da NGK.

Relacionados
Mais recentes