Início Helexia Brasil amplia projeto de energia renovável com a Vivo para construção de usinas solares

Helexia Brasil amplia projeto de energia renovável com a Vivo para construção de usinas solares

janeiro 20, 2022 às 11:37 am
Compartilhe
Siga-nos no Google News
Helexia Brasil deu continuidade ao projeto de energia renovável que tem com a Vivo para construir mais usinas de energia solar para a companhia telefônica no futuro
Helexia Brasil deu continuidade ao projeto de energia renovável que tem com a Vivo para construir mais usinas de energia solar para a companhia telefônica no futuro. Fonte: Pixabay

A Helexia Brasil deu continuidade ao projeto de energia renovável que tem com a Vivo para construir mais usinas de energia solar para a companhia telefônica no futuro

Esta última quarta-feira, (19/01), foi marcada pela ampliação do projeto de energia renovável da Helexia Brasil com a operadora Vivo para os próximos anos. As empresas já tinham uma parceria para o abastecimento desse recurso e a companhia telefônica irá continuar com o projeto para a construção de novas usinas de energia solar.

Não deixe de conferir:

Contrato entre a Helexia Brasil e a Vivo é ampliado para construção de novas usinas de energia solar para a companhia telefônica

A companhia telefônica Vivo vem investindo cada vez mais em energia renovável e já contava com uma parceria para o abastecimento de energia solar com a Helexia Brasil. Agora, o projeto entre as empresas foi ampliado e a companhia energética irá produzir mais 27 megawatts para abastecimento de instalações da operadora. Pelo contrato, foram adicionadas mais 8 usinas de energia solar para a Vivo, que abastecerão dois mil pontos nos estados no Amazonas, Rio Grande do Sul e Tocantins e São Paulo.

Juntando a parceria anterior e a ampliação atual do projeto de energia renovável das empresas, a Helexia deverá produzir 85 megawatts (MW) para abastecer as redes de telefonia móvel da Vivo. O primeiro contrato da companhia energética com a operadora já havia sido criado para a construção de usinas de energia solar em 8 estados brasileiros e agora as novas usinas serão entregues para que os pontos da Vivo sejam abastecidos com energia renovável nos próximos anos em outros locais

Assim, as 17 usinas de energia solar descentralizadas do acordo original já começaram a ser construídas e vão entrar em operação comercial no primeiro semestre do ano de 2022, abastecendo cerca de 5 mil pontos no total nos seguintes estados: Rondônia, Mato Grosso do Sul, Paraná, São Paulo e Ceará. Essa é mais uma iniciativa da Vivo para contribuir com a agenda ambiental e tornar as suas operações mais sustentáveis. 

Vivo e Helexia Brasil comemoram ampliação de projeto de energia renovável que irá abastecer a operadora nos próximos anos

Com a finalização do projeto de energia renovável da Vivo e da Helexia Brasil, a capacidade instalada chegará à marca de 85 MW, o suficiente para abastecer cerca de 24 mil famílias no total. Além disso, a energia excedente que poderá ser produzida nas usinas de energia solar construídas irá para o Sistema Nacional Integrado (SIN) e servirá de crédito para a companhia telefônica, como forma de economizar os gastos com energia nos meses posteriores

Aurélien Maudonnet, CEO da companhia Helexia Brasil, comemorou a parceria e o futuro da telefônica em relação ao meio ambiente e afirmou que “mais este contrato com a Telefonica Vivo ilustra bem a confiança que a empresa tem depositado na Helexia e nos torna o primeiro fornecedor de GD deste cliente. Além disso, mostra novamente a forte sinergia comercial entre Helexia e Voltalia no Brasil”.

Já Hans Vander Velpen, o diretor de Operações e Desenvolvimento de Negócios da Helexia Brasil, ressaltou a importância do projeto para o segmento energético no mercado brasileiro e destacou ainda que “estamos totalmente comprometidos em fazer destes contratos um sucesso que servirá de referência para os próximos no Brasil, utilizando toda nossa experiência em desenvolvimento de projetos de geração de energia. Nosso principal objetivo é apoiar nossos clientes nessa transição energética e no caso da Vivo, especificamente, é poder contribuir com suas metas de sustentabilidade e combate às mudanças climáticas”.

Relacionados
Mais recentes