Thursday, 29 de July de 2021

Geração de Energia através de ondas e marés: Confira o processo de transformação em eletricidade!

Como a energia das ondas e marés gera eletricidade

Hoje temos diversos tipos de fontes de energia, sejam elas renováveis ou não renováveis.

A Energia Marítima, chamada também de Energia das Ondas, é uma fonte renovável de energia, portanto é pouco falada mas ela existe! Hoje neste artigo iremos falar mais sobre essa fonte de energia renovável e como ela pode ser transformada em eletricidade. Continue conosco até o fim deste artigo e confira! Vamos lá!?

Muitas pessoas pensam que os mares são explorados apenas pela vida marinha, porém, essa ideia está um pouco equivocada já que os mares são grandes geradores de Energia Elétrica e sua utilização vem sendo estudada desde 1799.

Os experimentos em 1799 analisavam como uma máquina era movida pela força das ondas e que concentrava uma força mecânica e desde esse processo de análise os estudos estão cada vez mais aprofundados e a utilização da tecnologia de ponta está facilitando ainda mais esses estudos.

Eletricidade das marés, uma previa explicação no vídeo abaixo!

A energia dos oceanos podem ser divididas em duas vertentes:

  • Energia das Marés
  • Energia das Ondas

Os países estão cada vez mais focados em avançar a exploração das ondas para produção de energia elétrica, assim como a Grã-Bretanha, Portugal, Brasil e Países Escandinavos. Estes já obtiveram descobertas significativas no que diz respeito a eletricidade, portanto, ainda há muito a ser feito para que o processo de pesquisa alcance todos os países.

Energia das Ondas

 (Reprodução/Casa.com.br)

As energias geradas pelas ondas possuem um alto potencial de exploração e no Brasil essa fonte de energia vem sendo cada vez mais estudada com objetivo de diminuir os custos e também implementar melhor as tecnologias. Essa fonte de energia pode ser obtida de duas maneiras, ou em águas profundas ou em águas rasas.

Na Teoria essa fonte de energia poderá gerar cerca de 100 quilowatts (KW) para abastecer a energia principal do porto Cearense onde em 2012 um projeto piloto foi instalado, o projeto de instalação se deu devido a uma parceria dos pesquisadores da Coordenação dos Programas de Pós-Graduação de Engenharia (COPPE) da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) e é financiado pela Tractebel Energia.

A Energia das Ondas funciona da seguinte maneira, como esta é constituída por módulos, cada módulo é formado por um sistema flutuador, um braço mecânico e uma bomba conectada a um circuito de água doce. À medida que as ondas se movem os flutuadores sobem e descem o que aciona o sistema das bombas hidráulicas que faz com que a água doce contida num circuito fechado circule em alta pressão. A água que sofreu a pressão passa para um acumulador que possui água e ar comprimidos em uma câmara hiperbárica.

O Brasil possui grandes condições de explorar amplamente essas fontes e é estimado que os 8 mil quilômetros que o Brasil possui de extensão litorânea podem receber essas usinas que podem gerar cerca de 87 gigawatts.

Energia das Marés

Como a energia das ondas e marés gera eletricidade

Conhecida também como energia Maremotriz, essa fonte de energia ocorre por meio do aproveitamento da energia proveniente do desnível das marés. Essa energia para ser transformada em energia elétrica necessita da construção de barragens, eclusas e geradoras de energia.

Esse sistema é bem parecido com o de uma Usina Hidrelétrica, portanto as barragens são construídas próximas ao mar e os diques são os principais responsáveis para a captação de água durante a maré alta.

A Energia das Marés tem uma longa história já que a mesma é utilizada desde o século XI quando os franceses e também os ingleses utilizavam esse método de energia para movimentar moinhos. Portanto, para gerar energia através dos mares foi elaborado um projeto em 1967 onde os franceses nesse mesmo ano construíram uma barragem com cerca de 710 metros localizada no Rio Rance com objetivo de aproveitar o potencial das marés.

A Energia das Marés é uma fonte limpa e renovável de energia, por isso é uma boa alternativa para produção de energia elétrica.

Vantagens e Desvantagens

Energia das Ondas

Assim como todo tipo de energia existem vantagens e desvantagens. As vantagens de utilizar a Energia das Ondas são:

  • Fonte de Energia Renovável
  • Apresenta baixos riscos ao meio ambiente
  • Possui grande volume de água do mar para gerar energia

Como desvantagem podemos citar:

  • Alto custo de instalação de equipamentos
  • Manutenção frequente
  • As instalações devem ser fortes e sólidas para resistirem às tempestades e também ser sensível para captar a energia das marés. 

Energia das Marés

A Energia das Marés também nos trazem vantagens e desvantagens. Como vantagem podemos citar:

  • Fonte de Energia Renovável e Limpa
  • Riscos mínimos ao meio ambiente
  • Abundância de água para geração de energia em grande quantidade
  • Não exige altos investimentos

Como desvantagens podemos citar:

  • Resultados incertos na produção de energia já que a mesma depende do vento, marés e do mar para gerar a energia
  • Alto investimento para instalar os equipamentos para geração de energia
  • Necessário estruturas reforçadas para suportar tempestades
  • Possível instalar somente em locais que atendam completamente as exigências geomorfológicas

Gostou do nosso artigo? Que tal deixar para nós um feedback com sua opinião nos comentários? Sua opinião é muito importante para nós!

Até mais!

Valdemar Medeiros
Formado em Segurança do trabalho, especialista em marketing de conteúdo em conjunto de ações de SEO e Universitário de Publicidade e Propaganda.