Sunday, 24 de October de 2021

Fábricas da Dow serão movidas totalmente através de Energia Renovável

Dow terá empresas funcionando 100% com Energia Renovável. Para que isso fosse possível, uma parceria foi fechada com a Atlas Renewable Energy

Todas as unidades da empresa de estão no processo de funcionarem 100% a base de Energia Renovável. Para que isso fosse possível, uma parceria de 15 anos foi fechada com a Atlas Renewable Energy.

Em decorrência da crise hídrica que vem assolando o Brasil, empresas de diversos setores estão buscando uma alternativa que possa evitar futuros impactos negativos. Dessa forma, até essa quarta-feira, 22, a opção mais vantajosa para manter as fábricas funcionando, é a base de energia renovável. Onde, além de diminuir a conta de energia ao final do mês, as companhias estarão preservando o meio ambiente. Um exemplo que podemos citar é uma das unidades da Dow, empresa líder em ciências de materiais, que irá funcionar totalmente a base de uma fonte renovável. Para contribuir com essas metas de sustentabilidade, um acordo foi fechado com a Atlas Renewable Energy.

Leia outros artigos:

Dow recorre à energia renovável em suas unidades situadas em Jundiaí

Ao optar por utilizar em suas unidades uma fonte renovável, a companhia deixará de emitir na atmosfera, o equivalente a 925 toneladas de CO2anualmente. Isso só foi possível em meados de agosto, quando a empresa investiu em fontes mais sustentáveis para equipar as suas unidades. Apesar disso, o Latin America Inspiration Center não é a primeira unidade pertencente a Dow, que utiliza 100% de energia renovável, mas sim, a quarta.

Outra unidade da Dow que está passando por um período de transição energética é a planta localizada em Aratu, na Bahia. Atualmente, A fábrica consome 80% de energia renovável, para chegar aos 100%, um acordo já foi firmado com a Atlas Renewable Energy, para adquirir energia solar e funcionar totalmente a base de fonte renovável. Essa parceria possui um contrato de 15 anos, onde  será utilizado para construir um novo parque solar.

Todos esses investimentos que estão sendo realizados, são para que suas unidades funcionem totalmente a base de fontes renováveis. Dessa forma, as operações irão minimizar a emissão de CO2, contribuindo assim, para que o impacto ambiental não seja tão profundo.

“Temos por estratégia o fornecimento de energia mais sustentável, confiável e competitiva para nossas unidades e de aumentar o uso de fontes renováveis. O Brasil possui uma posição diferenciada em termos de recursos naturais e uma das matrizes elétricas mais limpas do mundo, o que amplia as oportunidades e potencializa seu papel estratégico na Dow no mundo”, relata a Diretora de Energia da Dow para América Latina e Diretora Global de Clima e Energia, Claudia Schaeffer.

Como irão ficar as unidades de pequeno porte da Dow?

Nesse caso em específico, estamos falando das unidades em Hortolândia, Jacareí e na própria Jundiaí. Por estarem enquadradas como sendo de pequeno porte, a companhia revelou ser obrigatório, que todas funcionem 100% a base de alguma fonte de energia renovável. Assim, haverá uma diversificação energética, onde terá uma descentralização das unidades, da matriz elétrica brasileira.

Outro exemplo de unidade de pequeno porte é a planta localizada em Aratu, na Bahia. Ela será amplamente beneficiada com a parceria de 15 anos firmada entre a Dow e a Atlas Renewable Energy. A expectativa é que essa unidade deixe de emitir anualmente, cerca de 35 mil toneladas de CO2. Com a aplicação desse método em todas as suas unidades, a redução na emissão de dióxido de carbono será bastante positiva. O que se encaixa perfeitamente nas Metas de Sustentabilidade até 2050, lançadas em 2020.

Ruth Rodrigues
Formada em Ciências Biológicas pela Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN), atua como redatora e divulgadora científica.