Sunday, 24 de October de 2021

STI Norland fecha parceria com Nebras Power e dá início a instalação de 5.800 rastreadores de energia solar em usinas solares brasileiras

STI Norland - rastreadores solares - usinas solares - energia solar

Observando o alto potencial da energia solar no país, a espanhola, STI Norland fechou uma nova parceria com a Nebras Power e fornecerá mais de 5.800 rastreadores para dois projetos de usinas solares no país.

A STI Norland, empresa que fabrica rastreadores solares de único eixo e estruturas fixas, deu início no fim de março a entrega dos trackers para dois novos projetos de energia solar, um em Fransisco Sá, em Minas Gerais, e outro em Lavras, no Ceará. As duas usinas solares são propriedade da Nebras Power, empresa internacional de investimentos em energia com sede no Catar. As duas empresas, juntas, irão somar 266,7 MWp às duas novas plantas.

Leia também

STI Norland instalará mais de 5.800 rastreadores solares

Usina de 1MW com tracker da STI

Segundo a empresa, para a usina de energia solar em Francisco Sá, a STI Norland fornecerá 2.459 rastreadores solares, que terão capacidade de geração de 114,3 MWp. Já o projeto Lavras, situado no Ceará, receberá 3.362 trackers da STI Norland, gerando 152,4 MW de potência. Ao total, as duas novas usinas solares somam mais de 5.800 rastreadores solares, que já estão em fase de implementação no país.

Os trackers utilizados nas usinas solares são do modelo STI-H250, dual-row na configuração 1V, que oferece o melhor LCOE do mercado de energia solar. Os rastreadores solares ganham destaque por sua facilidade de se adaptar em módulos bifaciais, sua engenharia otimizada e também pela sua maior resistência.

A venda da energia gerada pelas usinas solares, que utilizarão os rastreadores solares da STI, será realizada pela própria empresa dona dos projetos, que faz acordos de aluguel de parte dos espaços das usinas para empresas dos mais variados setores, como telecomunicações, varejo e muitas outras.

STI Norland fecha outras parcerias no mercado brasileiro

Além da parceria com a Nebras Power recentemente, em abril, notando a expansão da energia solar no Brasil, a STI fechou contrato com a Açotubo que prevê o fornecimento de partes dos rastreadores solares para as usinas, mas somente a parte metálica e estrutural do aparelho.

Javier Reclusa Etayo, CEO da STI Norland, fechou contrato na sede da Açotubo, onde aproveitou a ocasião para conhecer melhor as instalações do grupo em Guarulhos.

De acordo com Javier, na época, foi um enorme prazer conhecer de perto a Açotubo e também afirma que o grupo veio em um momento ótimo, devido à alta demanda de projetos de usinas solares.

Conheça melhor a STI Norland

A empresa iniciou sua história em Pamplona, na Espanha, em 1996. A companhia se especializou na produção de estruturas fixas e rastreadores solares, tendo seu primeiro tracker lançado no mercado há 19 anos em 2002 e de lá para cá, participa no desenvolvimento e execução de diversas usinas solares importantes para a sustentabilidade mundial, fornecendo os equipamentos e executando de forma correta a montagem dos mesmos.

No Brasil, a STI conta com apenas cinco anos de operação e já soma 165 projetos no país, e se consolidou como a líder de mercado tanto em Geração Centralizada, onde possui 39% do mercado solar, quanto em Geração Distribuída, que possui cerca de 90%.

Dos anos de 2015 a 2020, a empresa apresentou uma média de crescimento de 250% a cada ano no país, e atualmente possui uma unidade fabril em Camaçari/BA e um escritório central em São Paulo/ SP, com aproximadamente 300 profissionais distribuídos nos dois locais.

Valdemar Medeiros
Especialista em marketing de conteúdo, ações de SEO e E-mail marketing. E nas horas vagas Universitário de Publicidade e Propaganda.