Início Elera Renováveis irá desenvolver complexo eólico no Rio Grande do Norte, onde irá gerar mais de mil vagas de emprego

Elera Renováveis irá desenvolver complexo eólico no Rio Grande do Norte, onde irá gerar mais de mil vagas de emprego

fevereiro 28, 2022 às 4:58 pm
Compartilhe
Siga-nos no Google News
A região de Parelhas (RN), irá receber o Complexo Eólico Seridó, novo projeto de energia eólica da Elera Renováveis, que irá gerar muitas vagas de emprego
A região de Parelhas (RN), irá receber o Complexo Eólico Seridó, novo projeto de energia eólica da Elera Renováveis, que irá gerar muitas vagas de emprego. Fonte: Pixabay

A região de Parelhas (RN), irá receber o Complexo Eólico Seridó, novo projeto de energia eólica da Elera Renováveis, que irá gerar muitas vagas de emprego

Durante esta última quinta-feira, (23/02), a governadora do Rio Grande do Norte, Fátima Bezerra, recebeu um comitê da empresa Elera Renováveis, que irá desenvolver o seu mais novo projeto de energia eólica no estado. A região de Parelhas irá sediar o Complexo Eólico Seridó, que promete beneficiar o estado com uma grande geração de empregos durante os próximos anos.

Veja também:

Empresa irá abrir mais de mil vagas de emprego na execução do projeto do Complexo Eólico Seridó. Fonte: Twitter

Complexo Eólico Seridó é o mais novo projeto de energia eólica da Elera Renováveis para o estado do Rio Grande do Norte 

Visando aproveitar o grande potencial de produção das energias renováveis e as linhas de transmissão existentes no Rio Grande do Norte, a Elera Renováveis se encontrou com a administração do estado para fechar parceria nesta última quinta-feira. Assim, a empresa irá desenvolver o seu mais novo projeto de energia eólica na região de Parelhas, com a construção do Complexo Eólico Seridó, que tem como objetivo fomentar um grande desenvolvimento para a região nos próximos anos.

O Complexo Eólico Seridó será o segundo empreendimento da companhia no Rio Grande do Norte e terá investimentos que somam R$ 1,5 bilhões e contará com uma capacidade total instalada de 247,5 MW. A Elera Renováveis é o braço nesse segmento da companhia Brookfield Asset Management, que está no Brasil desde 1989 e já possui negócios em 20 estados, de norte a sul do país, com R$ 137 bilhões em ativos, visando agora expandir ainda mais a produção de energias renováveis no país, principalmente focada na energia eólica. 

Assim, a empresa já conta com uma grande participação na produção de energia eólica no Rio Grande do Norte com o complexo Renascença (Renascença I, II e III e Ventos de São Miguel), na região de João Câmara, que possui capacidade instalada de 150 MW. Agora, a empresa pretende investir ainda mais para elevar a capacidade instalada na região e o Complexo Eólico Seridó terá cerca de 100 MW a mais do que o Complexo Renascença, totalizando 247,5 MW que irão aproveitar ainda mais todo o potencial que o estado possui. 

Elera Renováveis e governo do Rio Grande do Norte comemoram desenvolvimento do Complexo Eólico Seridó em Parelhas

Todo o desenvolvimento do projeto de energia eólica da Elera Renováveis na região de Parelhas está em acordo com o governo do estado para a expansão do desenvolvimento socioeconômico da região potiguar. Assim, o Complexo Eólico Seridó prevê mais de mil empregos diretos, além de investimentos também em projetos sociais que somam mais R$ 6 milhões de investimentos sociais, bem como os mais de R$ 20 milhões em questões ambientais.

Assim, o secretário de Estado do Desenvolvimento Econômico, Jaime Calado, comemorou o projeto e destacou que “Coincidem as preocupações do Governo do Estado com as da empresa e na questão ambiental, na questão social com a  população local. Portanto, é uma parceria muito saudável porque é mais investimento, mais emprego e renda para a população na região do Seridó”. Já o presidente da companhia, Fernando Mano afirmou: “ São mais de mil empregos diretos e vamos fazer investimentos também em projetos sociais, são pelo menos mais R$ 6 milhões de investimentos sociais e mais de R$ 20 milhões em questões ambientais”.

Assim, o novo complexo eólico na região de Parelhas irá abrir novas portas para o desenvolvimento do estado potiguar e, com isso, os moradores da região serão bastante beneficiados durante os próximos anos em razão das oportunidades de emprego que serão oferecidas.

Relacionados
Mais recentes