Saturday, 04 de December de 2021

Distrito Federal irá desenvolver Ecoparques para geração de energia renovável a partir de resíduos sólidos

O governo do Distrito Federal irá construir três Ecoparques na região para a produção de energia renovável utilizando resíduos sólidos locais

O governo do Distrito Federal irá, em uma Parceria Público Privada, construir três Ecoparques na região para a produção de energia renovável utilizando resíduos sólidos locais

Durante esta última terça-feira, (16/11), o governo do Distrito Federal anunciou um projeto para a criação e desenvolvimento de três Ecoparques localizados na região para a utilização dos resíduos sólidos na produção de energia renovável, com o objetivo de otimizar a produção ecológica de energia na região e incentivar o uso de práticas sustentáveis para esse recurso.

Não deixe de ler:

Ecoparques farão parte de uma Parceria Público Privada e irão produzir energia renovável utilizando resíduos sólidos

A utilização de resíduos sólidos para a geração de energia renovável ainda é um processo muito recente no Brasil e o governo do Distrito Federal pretende aderir a essa iniciativa. O projeto para a criação dos Ecoparques, ou Unidades de Tratamento Mecânico Biológico (UTMBs), ocorrerá em uma Parceria Público Privada entre a Organização das Nações Unidas para o Desenvolvimento Industrial (UNIDO) e a Secretaria de Projetos Especiais do DF (Sepe) e tem como objetivo principal produzir energia renovável a partir de resíduos sólidos, dando assim a eles um tratamento mais ecológico. 

O técnico da Sepe, responsável pelo projeto dos Ecoparques, Antônio Dourado, comentou acerca da iniciativa de produção energética a partir dos resíduos e afirmou que “imagine que se está gastando muito dinheiro para pegar o lixo e enterrá-lo. É algo que pode virar riqueza, mas está sendo pouco aproveitado. Ele tem o poder de trazer economia de matérias-primas e gerar um avanço na economia circular, além da geração de emprego e renda. No fim das contas, uma quantidade importante de investimentos privados no DF será usada para criar alguns milhares de postos de trabalho diretos, produzindo riqueza e lucro”.

Os três Ecoparques que estão em fase inicial para a produção deverão ser localizados na Asa Sul, no Gama e no P Sul, em Ceilândia, mas o governo do Distrito Federal pretende expandir ainda mais o projeto, uma vez que pode ser um grande aliado para um futuro mais sustentável com a produção de energia renovável a partir de resíduos sólidos. 

Projeto dos Ecoparques tem como objetivo dar um tratamento mais ecológico e adequado aos resíduos sólidos da região 

O problema de descarte e tratamento inadequado de resíduos sólidos é bastante comum ao redor do Brasil inteiro e o Distrito Federal também sofre com isso. De toda a coleta realizada no Distrito Federal, apenas 40% é aproveitado no processo de reciclagem e os outros 60% parte para um aterro sanitário, no qual não terá aproveitamento nenhum da capacidade energética que os resíduos possuem. Assim, o governo pretende utilizar esses resíduos para a produção de energia renovável no local. 

Antônio Dourado também destacou alguns pontos importantes em relação a essa iniciativa e afirmou que “sentimos que a capital do país precisa dar exemplo, ainda também por conta de ter um dos IDHs [Índices de Desenvolvimento Humano] mais altos do Brasil. Não podemos ficar sem um desenvolvimento sustentável consciente. […] Precisamos aproveitar o máximo e enterrar o mínimo possível. [O projeto] visa também aumentar a vida útil dos aterros sanitários”. 

Com o projeto dos Ecoparques, o governo do Distrito Federal pretende dar mais um passo para um futuro mais sustentável e incentivar o uso de resíduos sólidos para a produção de energia renovável por todo o Brasil.

Ruth Rodrigues
Formada em Ciências Biológicas pela Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN), atua como redatora e divulgadora científica.