Tuesday, 21 de September de 2021

Conta de energia segue alta em agosto e setembro devido à falta de chuva

Conta de energia está alta pela falta de chuva

Agosto e setembro serão meses para economizar na conta de energia, pois, com a bandeira vermelha no patamar 2, muito dinheiro irá ser desembolsado.

Um período sem chuva não é complicado somente para quem vive da agricultura e necessita de uma boa colheita. Dessa forma, quando as notícias acerca do aumento na energia elétrica repercutem, muitos não sabem que até nisso, as chuvas são as responsáveis. Então, se no período que deveria ter água caindo do céu, não cai, o impacto será para, praticamente, todos os setores. Implicando diretamente na conta de energia.

O ideal era que a bandeira da conta de luz fosse sempre verde, assim, não haveria cobranças extras. Mas, infelizmente, o mês de agosto está sendo agraciado com a pior e mais cara dentre todas as bandeiras, a vermelha patamar 2. Ou seja, além de ser vermelha, possui um nível mais elevado quanto o valor extra a ser cobrado.

Não deixe de conferir:

Como a falta de chuva pode afetar a conta de energia?

A energia levada para uma grande parte da população é proveniente das usinas hidrelétricas. esse método usado é bem mais barato se comparado as usinas termelétricas. Portanto, quando os reservatórios das hidrelétricas ficam com baixos níveis de água, principalmente devido à falta de chuva, é optado por usar a termelétrica.

Nesse momento, é quando o alerta a população é emitido. Afinal, os custos gerados serão mais altos, mesmo utilizando todos os eletrodomésticos e itens com energia, normalmente. Acontece que, nesse período de escassez, o ideal é que as pessoas comecem a economizar e mudar alguns hábitos, ou então, irão pagar muito caro no final do mês.

Durante o mês de julho, a situação era a mesma, ou seja, em agosto a expectativa é que a bandeira vermelha 2 se mantenha ativa. Já em relação ao consumo, o sistema opera em níveis altos quando estão nessa bandeira, portanto, a cada 100 kWh consumidos, o valor a ser pago na conta de energia será R$ 9,49, a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel). Dessa forma, economizar é a grande chave para esse mês de agosto.

Na transição entre julho e agosto, mais precisamente o dia 30 do mês anterior, a Aneel divulgou uma nota que corrobora bastante para a situação na qual estamos vivendo quase 15 dias depois. “Em julho, as afluências nas principais bacias hidrográficas do Sistema Interligado Nacional (SIN) continuam entre as mais críticas do histórico. Agosto inicia-se com igual perspectiva hidrológica, com os principais reservatórios do SIN em níveis consideravelmente baixos para essa época do ano”, diz a nota emitida.

Como funciona o sistema de bandeiras?

Para facilitar a vida de muitos brasileiros, o sistema tarifário das bandeiras tem sido de grande ajuda. Assim, quando um equipamento doméstico está consumindo mais energia que o recomendado, é pela cor da bandeira que será descoberto, bem como, na conta elétrica. Geralmente, quando um eletrodoméstico possui bandeira vermelha, ninguém quer se arriscar a comprar.

Dessa forma, existem três cores que compõem o sistema de bandeiras, sendo elas: a verde, a amarela e a vermelha (subdividida em 1 e 2). Dentre as três, a vermelha é a responsável por indicar que o consumo e o valor final estão bem acima do desejado. E essa é a previsão para o mês de agosto e em setembro, um novo reajuste nas taxas serão feitos.

É hora de economizar na conta de luz

Para quem não quer pagar um valor tão exorbitante no final do mês, existem algumas dicas que auxiliam um pouco nessa redução de custos. Conheça alguma delas:

  • Para quem usa ar-condicionado em algum cômodo, evite deixar portas ou janelas abertas. Assim, o local irá resfriar mais rapidamente e poderá ser desligado e trocar por um ventilador;
  • No caso da geladeira, evite ficar abrindo a porta muitas vezes seguidas. Antes de abrir, pense no que será necessário, recolha e feche a porta.
  • Quando não estiver usando um cômodo, mantenha todas as luzes apagadas. Já no banheiro, diminua o tempo utilizado no chuveiro elétrico.

Pronto, não são dicas milagrosas, afinal, para sobreviver nos dias atuais, precisamos de eletricidade. Mesmo que no final, tenhamos que pagar a conta de energia com valores acima do desejado. Então, a importância da chuva vai além da agricultura.

Ruth Rodrigues
Formada em Ciências Biológicas pela Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN), atua como redatora e divulgadora científica.