Sunday, 24 de October de 2021

Biomassa X Energia Elétrica: Confira o processo de transformação de Biomassa para Energia Elétrica

processo de transformação de Biomassa para Energia Elétrica

Como aprendemos na época da escola, a Biomassa é toda a matéria orgânica de origem vegetal ou animal utilizada para produção de energia como carvão, lenha, bagaço de cana-de-açúcar e outros modos.

Esse método de Energia Elétrica é utilizada em países com baixo desenvolvimento, segundo a ANEEL 14% da energia consumida em todo o mundo tem origem nesta fonte e outro estudo relatou que cerca de 90% dos países mais pobres utilizam energia de origem da queima da Biomassa, assim como a África Subsaariana e também em algumas regiões da Ásia.

Atualmente existem tecnologias que transformam a Biomassa em Energia Elétrica e essa transformação só é possível devido a termeletricidade. Continue conosco até o fim deste artigo e confira como esse processo de transformação é realizado. Confira!

Antes de TUDO sobre a biomassa, veja um pequeno vídeo explicativo sobre o tema:

Utilização desse tipo de energia

O que é a energia da Biomassa? Tudo sobre Biomassa – créditos: Portal energia

A Biomassa é utilizada pelo ser humano desde quando foi descoberto o fogo como fonte de luz e calor. O domínio do fogo pela humanidade trouxe a possibilidade de explorar minerais, minérios e também metais, o que marcou o novo período antropológico.

Do mesmo modo, a madeira também foi utilizada por um longo período de tempo como principal fonte de energia. Somente no século XIX a Biomassa passou a ter um papel mais importante já que era a partir dela que a energia mecânica era obtida e foi aplicada na indústria e também nos transportes.

Durante o período de colapso do petróleo na década de 70 a Biomassa se tornou ainda mais importante devido a sua ampla utilização, assim como álcool, gás de madeira, biogás e etc.

Transformando Biomassa em Energia Elétrica

Transformando Biomassa em Energia Elétrica – créditos: autosustentavel

A Biomassa é uma fonte alternativa que pode substituir os combustíveis fósseis e poluentes, assim como o petróleo e carvão. Mas também, além de poder ser utilizada para essa substituição, a Biomassa pode também ser transformada em Eletricidade.

Muito utilizada nas usinas termelétricas, esse meio de energia possui um baixo custo de aquisição e não causa tanto dano para o meio ambiente já que as emissões não causam efeito estufa e diminui o risco ambiental por ser um método menos agressivo para a natureza.

Gerar Energia Elétrica a partir da Biomassa é feita por meio da termeletricidade, ou seja, a energia térmica, originada após a combustão de biomassa e depois convertida em energia mecânica e depois em outro processo é convertida em energia elétrica. Há tecnologias que já facilitam esse processo e fazem toda a conversão da matéria-prima em um produto que será utilizado em uma máquina que irá acionar o gerador de energia elétrica.

As duas principais tecnologias são:

  • Combustão
  • Gasificação

A combustão é um processo onde a Biomassa é queimada em caldeiras com alta quantidade de oxigênio produzindo o vapor e também a alta pressão. Esse vapor favorece a movimentação das turbinas de geradores elétricos. A eficiência energética da combustão fica entre 20 e 25%.

Já o processo de gaseificação é dado também pela aceleração da Biomassa, portanto, nesse processo o oxigênio não está presente o que gera como um produto final um gás altamente inflamável que será filtrado para realizar a remoção de componentes químicos. A gaseificação quando comparado com um outro método chamado Pirólise possui vantagem já que a mesma exige menor temperatura e tem um material resultante apenas em gás.

Há também outros processos de conversão da biomassa, como:

  • Pirólise
  • Co-Combustão

A Pirólise é uma técnica onde a biomassa é colocada sob altas temperaturas sem presença alguma de oxigênio o que acelera o processo de decomposição da matéria. Como resultado é obtido uma mistura de gases, líquidos (óleos vegetais) e também sólidos (carvão vegetal).

Já no método de Co-Combustão, nesse processo é substituído o carvão por biomassa o que reduz a emissão dos poluentes e gases que podem causar o efeito estufa. A Co-Combustão possui um desempenho bastante significativo entre 30 e 37% e é uma ótima escolha pois além de contribuir para o meio ambiente este método é bastante econômico.

As principais fontes de Biomassa

Fontes de biomassa – créditos: Brasil escola

As fontes pode ser classificada como:

Vegetais lenhosos (madeiras), Vegetais não lenhosos (Sacarídeos, celulósicos, amiláceos e aquáticos), resíduos orgânicos (agrícolas, industriais, urbanos) e por fim os biofluidos (óleos vegetais).

Já os dejetos urbanos, industriais e também agropecuários podem ser transformados em biogás que é utilizado para produzir energia elétrica, bem semelhante ao gás natural, portanto, a queima da madeira ainda é o método mais utilizado para geração de energia.

Vantagens e Desvantagens da utilização da Biomassa

A Biomassa é uma alternativa altamente viável para substituir combustíveis fósseis que possuem alto índice de poluentes, assim como o petróleo e o carvão. Além de proporcionar essa substituição, a Biomassa é utilizada em termelétricas para gerar eletricidade e possui um custo de aquisição bem baixo quando comparado a outros métodos. As emissões que a Biomassa causa não contribui para o efeito estufa e também é menos agressiva ao meio ambiente, o que reduz o risco de acidentes ambientais.

Portanto, a queima dessa matéria é uma das principais fontes de gases tóxicos e também material particulado, quando são realizadas as queimadas em grandes áreas a emissão do enxofre poderá alterar o pH da água da chuva fazendo com que a chuva ácida ocorra.

A exposição de forma prolongada as queimadas de biomassa pode também gerar problemas respiratórios agudos em crianças, que atualmente é considerada infelizmente o motivo das causas de mortalidade infantil nos países que ainda estão em desenvolvimento. Além dos altos índices de mortalidade infantil, a queima da biomassa é associada também ao aumento de casos das doenças pulmonares, como tuberculose, pneumoconiose e até mesmo está relacionada a catarata e cegueira.

E pensando na saúde e também no meio ambiente o Conselho Nacional do Meio Ambiente (Conama) passou a estabelecer limites de emissão de poluentes, o que tornou possível regular as emissões e também diminuir os impactos socioambientais que podem se tornar grandes caso não haja alguma regulamentação ou limites a serem impostos.

Biomassa no Brasil

Biomassa no Brasil – créditos: Ilustração/freepik

No Brasil existem iniciativas no setor da Biomassa voltado para os transportes. Produtos como Éter Etílico, Óleo de Mamona e alguns compostos de Álcool chegaram a substituir a gasolina e Diesel em 1920 devido ao colapso da Primeira Guerra Mundial. A mistura do Álcool na Gasolina iniciada por lei em 1931 permitiu ao Brasil uma melhoria do resultado dos motores de forma garantida e higiênica.

Portanto, atualmente o Brasil não está apenas limitado a um setor de transportes mas também o setor de energia elétrica vem sendo cada vez mais presente e favorecido.

O Brasil possui as condições ideais para produzir a energia proveniente da biomassa, portanto, a preocupação enquanto a produção dos biocombustíveis de primeira geração é alta já que os biocombustíveis poderiam travar situações de alta concorrência pelas terras agricultáveis, colocando assim a segurança alimentar da população em risco.

Gostou do nosso artigo? Que tal deixar para nós um feedback com sua opinião nos comentários? Sua opinião é muito importante para nós!

Até mais!

Valdemar Medeiros
Especialista em marketing de conteúdo, ações de SEO e E-mail marketing. E nas horas vagas Universitário de Publicidade e Propaganda.