Início Veja como diminuir o custo na sua conta: energia solar compartilhada, uma forma de reduzir a conta de luz sem grandes investimentos!

Veja como diminuir o custo na sua conta: energia solar compartilhada, uma forma de reduzir a conta de luz sem grandes investimentos!

agosto 29, 2022 às 5:58 pm
Compartilhe
Siga-nos no Google News
energia solar compartilhada
Energia solar compartilhada (Reprodução: divulgação)

Um dos grandes benefícios das placas solares, é o fato de existirem muitas maneiras de trabalhar com elas. Neste sentido, podemos dizer que uma das melhores formas é a energia solar compartilhada, que permite que diferentes casas ou imóveis possam utilizar dos frutos de um único sistema de geração.

Basicamente, a energia solar compartilhada garante a melhor utilização do excedente energético gerado pelos sistemas fotovoltaicos, além de permitir uma maior abrangência desse tipo de recursos. Além disso, é uma excelente opção para quem não possui condições de instalar energia solar por conta própria. A energia solar compartilhada é uma das modalidades que a ANEEL criou para a Geração Distribuída de Energia Solar. Basicamente, isso foi estabelecido pela Resolução Normativa 687/2015, que colaborou com o estabelecimento de normas e definições para uma série de processos envolvendo a geração de energia elétrica por sistemas fotovoltaicos.

O que é Energia Solar Compartilhada?

Basicamente, podemos dizer que a energia solar compartilhada é a possibilidade de que duas ou mais unidades de consumo (casas, apartamentos, imóveis, empresas) possam usar a geração solar compartilhada gerada por uma única placa geradora, ou um sistema fotovoltaico instalada em algum lugar. Para dar certo, é necessário que os consumidores estejam na mesma área de concessão ou permissão da distribuidora de energia, e que possuam microgeração ou minigeração distribuída onde essa energia será consumida. Na prática, temos três tipos de energia solar compartilhada:

Autoconsumo remoto

O autoconsumo remoto é uma opção de energia solar compartilhada em que todas as unidades de consumo pertencem a mesma pessoa. Basicamente, serve para alguém que possui um sistema fotovoltaico em casa, porém, deseja usar essa energia em outra unidade onde também é dono.

Geração compartilhada

Esse método se caracteriza pela junção de vários consumidores via consórcio ou cooperativa. Neste caso, essas pessoas dividem os custos da unidade geradora de energia solar, e compartilham também os benefícios que ela possui. Para isso, é necessário que o sistema de geração de energia esteja instalado em um lugar diferente das unidades consumidoras..

Condomínio solar

O condomínio solar é uma forma de energia solar compartilhada em que cada unidade consumidora corresponde a determinada fração do uso da energia gerada pelo sistema. Geralmente, esse método é utilizado em condomínios e residências, como em prédios ou apartamentos. Neste método, cada apartamento é uma unidade de consumo, onde as áreas comuns do condomínio representam outra unidade. Basicamente, é uma metodologia onde o sistema é instalado na cobertura do prédio, e todos os condomínios utilizam dela.

Benefícios da energia solar compartilhada

Para quem deseja aproveitar da energia solar compartilhada, existem diversas vantagens para pessoas e empresas. Confira abaixo.

Grande Economia

A energia solar possui diversas vantagens, a principal é a grande economia. Com a energia solar compartilhada, você pode economizar até 95% da sua conta de luz! Entretanto, nem todas as pessoas possuem condições de instalar um sistema fotovoltaico em casa. Dessa forma, a geração compartilhada é uma excelente possibilidade de gastar menos, pois não é necessário uma instalação do sistema. Além disso, em caso de uma possível instalação em outro local, os custos serão compartilhados, e tudo sairá muito mais acessível.

Redução do desperdício de energia

O uso da energia solar residencial ou empresarial garante menores perdas do que outras formas de energia. Isso porque toda a energia excedente gerada pelo sistema é reaproveitada em outro lugar. Sendo assim, isso gera créditos para os usuários usarem quando precisarem de energia da distribuidora.

Baixo impacto ambiental

Uma das principais razões que levam as pessoas a usarem energias renováveis é que ela é considerada sustentável, devido ao seu baixo impacto ambiental. Diferente de outras formas de energia, como a termoelétrica ou a hidrelétrica, a energia solar causa um impacto ambiental quase nulo. Por fim, podemos dizer que se você se preocupa com as mudanças climáticas que estão ocorrendo, e ainda deseja pagar menos na sua conta de luz, considere a possibilidade de investir em energia solar compartilhada! Além do planeta agradecer, o seu bolso também será bastante poupado!

Canal: Licenciado Autorizado iGreen Energy

Relacionados
Mais recentes