Início Santos Brasil adquire I-REC e zera emissões de carbono nas suas operações nos portos de São Paulo, que serão abastecidos apenas com energia de fontes renováveis

Santos Brasil adquire I-REC e zera emissões de carbono nas suas operações nos portos de São Paulo, que serão abastecidos apenas com energia de fontes renováveis

abril 6, 2022 às 11:52 pm
Compartilhe
Siga-nos no Google News
As operações da Santos Brasil nos portos de São Paulo agora utilizam apenas energia proveniente de fontes renováveis e contribuem para um setor portuário mais sustentável, após a aquisição dos I-REC da empresa
As operações da Santos Brasil nos portos de São Paulo agora utilizam apenas energia proveniente de fontes renováveis e contribuem para um setor portuário mais sustentável, após a aquisição dos I-REC da empresa. Fonte: Divulgação

As operações da Santos Brasil nos portos de São Paulo agora utilizam apenas energia proveniente de fontes renováveis e contribuem para um setor portuário mais sustentável, após a aquisição dos I-REC da empresa

A companhia portuária Santos Brasil adquiriu uma série de certificados I-REC (Certificado Internacional de Energia Renovável) e, durante essa última segunda-feira, (04/04), comentou sobre os planos de sustentabilidade nos portos de São Paulo. Com essa nova aquisição, todas as operações da empresa no estado passam a ser abastecidas apenas com energia proveniente de fontes renováveis, como a eólica e a solar.

Não deixe de conferir:

Certificados I-REC adquiridos pela Santos Brasil garantem uma maior sustentabilidade e o abastecimento de energia limpa nas operações dos portos de SP

Os I-REC (Certificado Internacional de Energia Renovável) são a nova aposta das empresas de diversos setores do mercado brasileiro para um abastecimento de energia a partir de fontes renováveis. Essa é uma forma de garantir a sustentabilidade dentro das operações, sem a necessidade de uma planta própria para a geração do recurso, o que garante não só um compromisso ambiental maior, como também uma economia a longo prazo, já que os custos de construção da planta não são necessários. 

Assim, a companhia Santos Brasil anunciou a compra dos certificados para as suas atividades dentro do estado de São Paulo, garantindo assim que todas as operações nos portos paulistas sejam abastecidas apenas com energia proveniente de fontes renováveis. Essa aquisição agora zera as emissões de gás carbônico nas unidades da Baixada Santista (Tecon Santos, Terminal de Veículos, Terminais Logísticos Saboó I e II, Clias Santos e Guarujá), São Paulo e São Bernardo do Campo (dois Centros de Distribuição).

Os I-REC comprados pela empresa garantem o abastecimento de energia proveniente de fontes renováveis até o fim do ano de 2022, quando a empresa irá expandir ainda mais a iniciativa e irá adquirir novos certificados para as unidades em Vila do Conde (PA) e Imbituba (SC), como forma de levar a iniciativa para ainda mais locais administrados pela companhia. Dessa forma, a Santos Brasil irá conseguir zerar as emissões de carbono nas suas operações dos portos de todo o Brasil e o ano de 2023 já será iniciado de forma totalmente sustentável e limpa no abastecimento de energia proveniente de fontes renováveis. 

Política de sustentabilidade da Santos Brasil está alinhada com os objetivos da ONU e a companhia comemora a aquisição dos I-REC, destacando a relevância da iniciativa no Brasil 

A Santos Brasil está cada vez mais buscando se alinhar ao Pacto Global da ONU e dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS), que visa uma série de ações voltadas para o uso de energia proveniente de fontes renováveis, segurança nas operações, saúde e qualidade de vida para os trabalhadores. Assim, a compra dos I-REC por parte da companhia garante mais um passo dado para o alinhamento da iniciativa aos objetivos da ONU. 

Com isso, Béatrice de Toledo Dupuy, gerente de Comunicação Corporativa e Sustentabilidade, ressalta a relevância da iniciativa e afirma que “A busca por soluções inovadoras e sustentáveis é uma constante. Essa certificação é mais uma mostra do alinhamento à agenda ESG (Environmental, Social and Governance) e de como a companhia tem engajado cada vez mais todo o seu time na estratégia de crescimento com ações responsáveis, transparentes e que contribuam de maneira positiva com o meio ambiente e a comunidade”.

Além desse projeto, a Santos Brasil pretende, durante os próximos anos, reduzir em até  50% a geração de resíduos/TEU, além de uma redução de 30% no consumo de água per capta e de 15% em toneladas a redução de emissão de gases poluentes para o agravamento do efeito estufa na atmosfera.

Relacionados
Mais recentes