Sunday, 24 de October de 2021

Investimentos no mercado de energia renovável destravam empregos e contornam a crise hídrica em meio à pandemia

Energia renovável - investimentos - crise hídrica - empregos

Investimentos no mercado de energia renovável contorna crise hídrica e destrava empregos em diversos estados brasileiros

Tendência mundial, os investimentos no mercado de energia renovável em estados brasileiros em meio a crise hídrica chegaram não apenas para contornar a seca, mas também para destravar o mercado de trabalho e gerar novas oportunidades de empregos. O mercado de energia teve um aumento exponencial no Brasil nos últimos anos, principalmente após a resolução 482 da ANEEL. Uma pesquisa da Bloomberg New Energy Finance aponta que o Brasil deverá atrair 300 bilhões de dólares no setor energético até 2040, o que resulta em um aumento de 189% de sua capacidade atual.

Leia também

Investimentos em energia renovável contornam a crise hídrica

O Brasil vive atualmente uma das maiores crises hídricas da histórica. Em meio à maior falta de chuva dos últimos 91 anos, os principais reservatórios ao redor do país têm atingido níveis cada vez mais baixos, acendendo o alerta para uma crise de abastecimento de energia elétrica.

Com isso, o governo federal tem contratado mais energia de usinas termelétricas – uma forma mais cara de produção de energia e que agride bastante o meio ambiente, piorando um cenário que já se mostra bastante grave.

No entanto, uma das saídas para esse problema pode estar no investimento em formas alternativas de produção de energia, principalmente aquelas mais sustentáveis.

Energia solar é líder em geração de empregos

Em 2020, ano em que a pandemia de Covid-19 atingiu mais severamente diversos ramos da economia, o setor de energia solar teve um investimento de R$ 12,1 bilhões, indicando uma alta de 50% em relação ao ano anterior. Atualmente, o Brasil ocupa a 14ª posição no ranking global de maiores produtores de energia solar.

O início deste ano também começou com números positivos e expressivos para o setor, com um faturamento 67% maior entre janeiro e junho, em relação ao mesmo período do ano passado.

Esses números mostram que diversas empresas deste setor estão conseguindo novas oportunidades. Os sucessivos aumentos na tarifa de energia são um dos motivos que fazem os brasileiros procurarem por alternativas. Afinal, o impacto que essas contas têm no bolso dos trabalhadores pode ser muito grande, dependendo da renda e da quantidade de pessoas que vivem no mesmo ambiente.

Além de oportunidades para conseguir uma energia mais limpa, esse aquecimento no setor também mostra que o mesmo precisa de mais profissionais especializados em diferentes frentes. Do setor de vendas ao de engenharia, muitas vagas têm sido abertas – algo que motiva quem está procurando emprego ou até mesmo um recomeço na carreira.

Concursos públicos

Há também vagas para a carreira de funcionário público, como o concurso PGE PA. O edital do concurso teve retificação, e as inscrições podem ser feitas até outubro de 2021. O concurso promete ser disputado, com vagas que variam de R$ 1.257,30 a R$ 3.238,47 de remuneração, de acordo com os níveis buscados. A aplicação da prova está prevista para novembro deste ano.

Seja no setor público ou privado, o setor de energia continua prometendo novas oportunidades de emprego, de acordo com a indicação de especialistas. A recomendação é que os candidatos busquem estar preparados para ocupar essas vagas, atualizando-se constantemente sobre o assunto.

Créditos: Flavia Viana – CONVERSION

Valdemar Medeiros
Especialista em marketing de conteúdo, ações de SEO e E-mail marketing. E nas horas vagas Universitário de Publicidade e Propaganda.