Sunday, 24 de October de 2021

Energia Renovável: 100 mil habitantes serão beneficiados com a central de energia hídrica implantada pela Copel no Paraná

Consagrando-se cada vez mais no ramo de energia renovável, Copel acaba de inaugurar mais uma fonte de energia hidrelétrica na Região Sul

Consagrando-se cada vez mais no ramo de energia renovável, Copel acaba de inaugurar mais uma fonte de energia hídrica na Região Sul

Nessa última sexta-feira, (01/10), o setor de energia renovável no Estado do Paraná foi beneficiado com a inauguração da Pequena Central Hidrelétrica Bela Vista. A expectativa é que cerca de 100 mil habitantes sejam beneficiados com essa obra, que foi concluída 2 anos antes da data em que estava prevista. Para que a energia hídrica seja gerada, a central será instalada entre as cidades de São João e Verê, no sudoeste do Estado. Mais especificamente, no Rio Chopim, onde foi investido pela Copel, cerca de R$ 224 milhões.

Veja outros artigos interessantes:

Como a construção da Pequena Central Hidrelétrica Bela Vista, foi benéfica para a população e economia local?

Para gerar energia suficiente, que consiga atender essa quantidade de pessoas, a usina possui, na casa de força principal, o equivalente à três unidades geradoras. Já na casa de força complementar, é possível encontrar uma unidade menor. Dessa forma, ao somar todas as unidades, a potência obtida resulta em 29,81 megawatts (MW). Portanto, essa obra será benéfica para a população, o meio ambiente e para a economia do Estado.

De acordo com o governador do Paraná, Carlos Massa Ratinho Junior, “essa inauguração ajuda o Estado a se consolidar como um grande produtor de energia renovável no Basil. Essa obra faz parte de um grande projeto, que é dar velocidade à construção de pequenas centrais hidrelétricas”, disse ele. Devido às condições climáticas desfavoráveis o acometeram a região, acabou impossibilitando que o governador se fizesse presente.

 governador Carlos Massa Ratinho Junior, o ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque, e o presidente da Copel, Daniel Pimentel Slaviero, inauguram de forma virtual nesta sexta-feira (1º) a Pequena Central Hidrelétrica Bela Vista, em Verê, no Sudoeste do Estado.
Discurso do governador do Estado durante inauguração online. Fonte: Geraldo Bubniak/AEN

Para que a PCH Bela Vista fosse concluída, as obras tiveram início em junho de 2019. Após um ano de seu início, a obra já estava na etapa de desviar do rio Chopim, para chegar à conclusão da barragem. Como foram instaladas mais de uma unidade geradora, cada uma teve sua conclusão em diferentes períodos, no entanto, todas foram inauguradas em 2021. Por exemplo, a primeira unidade foi inaugurada no dia 12 de junho, enquanto a segunda e a terceira, dias 10 de julho e 15 de agosto, respectivamente.

Quem também deixou uma mensagem sobre a importância dessa fonte de energia renovável para o Estado do Paraná, foi o Ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque. Segundo ele, a Copel é uma das mais importantes empresas de energia do nosso país, e o Paraná tem se destacado não só na geração de energia hídrica, mas em outras fontes renováveis, tanto na distribuição, quanto na transmissão. Portanto, esse novo empreendimento contribui para a segurança energética do nosso país e para o desenvolvimento socioeconômico local”.

Importância da central de energia hídrica para a população

Ao observarmos a data em que se teve início a construção dessa fonte de energia renovável, é possível identificar que foi em um momento paralelo com a chegada da pandemia. No entanto, mesmo em um período tão complicado, as obras da hidrelétrica continuaram a todo vapor. Tanto é que, no decorrer do empreendimento, foram gerados mais de 450 empregos, contribuindo de forma significativa para a economia local.

Pequena Central Hidrelétrica Bela Vista, em Verê, no Sudoeste do Estado, instalada no Rio Chopim, entre os municípios de Verê e São João, no Sudoeste do Paraná
Pequena Central Hidrelétrica Bela Vista, em Verê, no Sudoeste do Estado, instalada no Rio Chopim, entre os municípios de Verê e São João, no Sudoeste do Paraná. Fonte: Geraldo Bubniak/AEN

Quando qualquer fonte de energia renovável é instalada, o planejamento principal a ser feito é acerca do impacto ambiental. Para que possa ser avaliado se o projeto não irá danificar a área onde fora construído. Assim, o reservatório possui uma área equivalente à 2,66 km2, cerca de 266,33 hectares, para o Nível de Água Máximo Normal. Dessa forma, na área obtida pela Copel, serão desenvolvidos programas de proteção à flora, fauna e monitoramento ambiental.

Ruth Rodrigues
Formada em Ciências Biológicas pela Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN), atua como redatora e divulgadora científica.