Thursday, 29 de July de 2021

Certificado do Painel Solar

Certificado do Painel Solar

Antes de fazer qualquer aquisição é muito importante e isso vale também levar em conta antes de fazer a aquisição de um Painel Solar.

Este que será um sistema responsável por gerar energia para seu imóvel e também para o meio ambiente deve estar de acordo com todas as regras estabelecidas pelos fabricantes, selo do Inmetro e também outras certificações para então ser considerado um bom painel solar.

Neste artigo iremos auxiliar seu entendimento sobre os Certificado de painéis solares voltaicos, continue conosco até o fim deste artigo e confira!

O teste do Inmetro não atende os padrões de segurança e qualidade necessários e quando falamos isso, queremos dizer que o teste é BEM FEITO por laboratórios competentes e com ótimos profissionais, portanto, os requisitos estabelecidos pelo Inmetro não contemplam os testes necessários para garantir o desempenho e vida útil do painel solar.

O Certificado realizado pelo Inmetro contempla apenas o Flash-Test, este que é feito sob um simulador solar que mede a potência do Painel Solar. Não é recomendável que você compre painéis solares que não contemple padrões internacionais estabelecidos na IEC 61215 já que o teste exigido pelo Inmetro contempla apenas um dos 18 requisitos internais e se você comprar um painel que não cumpra esses 18 requisitos você poderá correr o risco de adquirir um painel que terá curta durabilidade e ou até mesmo causar acidentes assim como incêndios.

Certificado – Os painéis solares precisam também do selo do Inmetro!

Painel solar – créditos: SolarNews

O selo de certificação do Inmetro para painéis solares foi estabelecido para garantir que exista uma empresa estabelecida no Brasil que seja responsável por esse produto, portanto, se o painel solar apresentar algum defeito, teremos no Brasil algum suporte para entrar em contato. Para um painel solar ser legalmente comercializado no Brasil o mesmo deverá possuir o Selo do Inmetro.

Teste IEC 61215

Quando o painel é aprovado no Certificado do IEC significa que o mesmo atende aos requisitos considerados mundialmente necessários para ter um painel com alta durabilidade, desempenho e segurança, para ser comercializado em países de primeiro mundo, assim como Europa, Japão, China e EUA.

Os painéis que passam por esse teste do IEC 61215 possuem uma probabilidade maior de desempenho e não apresentam problemas tão cedo. Esse teste é o requisito mínimo necessário para ser comercializado.

Certificado e ensaios feitos no IEC 61215

  1. Inspeção Visual: Esse teste possui o objetivo de detectar defeitos visuais verificando o módulo em uma área iluminada a 1000 W
  • Determinar a Potência Máxima (Pmax): Único ensaio exigido pelo Inmetro dentre os 18 exigidos em outros países pela IEC. Pode ser realizado com simulador ou ao ar livre.
  • Resistência de Isolamento: Esse teste possui objetivo de determinar se o módulo tem um isolamento elétrico suficiente entre a parte interna e o quadro de alumínio
  • Teste Molhado de fuga de corrente: Tem como objetivo avaliar o isolamento da placa fotovoltaica contra a entrada de umidade em condições de chuva, neblina, orvalho, neve derretida e etc.
  • Medição dos Coeficientes de Temperatura: Coeficientes de temperatura são os parâmetros de desempenho usados para simular os rendimentos de energia dos painéis solares em climas quentes.
  • Medição da Temperatura Nominal de Funcionamento da Célula (NOCT): Utilizado como um guia pelo projetista do sistema para estabelecer a temperatura à qual o módulo irá funcionar em campo e também é um parâmetro útil quando comparado ao desempenho de diferentes modelos de painéis solares.
  • Desempenho do painel solar da STC e NOCT: Determina como o painel irá se comportar nas STC (Condições padrões de teste) e NOCT quando submetido a uma carga
  • Desempenho do painel solar em baixa irradiância: Testa o comportamento do painel solar em condições de pouca luz.
  • Teste de Exposição ao Ar Livre: O objetivo é avaliar preliminarmente a capacidade do painel solar para suportar a exposição ao ar livre. Indicando possíveis problemas que não podem ser detectados em outros testes dentro do laboratório.
Teste de resistência dos painéis
  • Teste de resistência de Hot-Spot: Teste térmico com objetivo de determinar a capacidade do painel solar para suportar o aquecimento localizado causado por rachaduras nas células, falhas de interconexão, sombreamento ou sujeira.
  • Teste de resistência de Hot-Spot: Teste térmico com objetivo de determinar a capacidade do painel solar para suportar o aquecimento localizado causado por rachaduras nas células, falhas de interconexão, sombreamento ou sujeira.
  • Ensaio de ciclagem Térmica (200 ciclos): Esse teste possui objetivo de simular tensões térmicas no interior dos materiais como resultado de mudanças de temperaturas extremas
  • Ensaio de ciclagem Térmica (200 ciclos): Esse teste possui objetivo de simular tensões térmicas no interior dos materiais como resultado de mudanças de temperaturas extremas
  • Damp-Heat (1000 horas): O painel solar deverá suportar a exposição a longo prazo com umidade de 85% e numa temperatura de 85ºC durante 1000 horas. Esse teste reprova de 40 a 50% dos painéis submetidos ao teste.
  • Damp-Heat (1000 horas): O painel solar deverá suportar a exposição a longo prazo com umidade de 85% e numa temperatura de 85ºC durante 1000 horas. Esse teste reprova de 40 a 50% dos painéis submetidos ao teste.
  • Damp-Heat (1000 horas): O painel solar deverá suportar a exposição a longo prazo com umidade de 85% e numa temperatura de 85ºC durante 1000 horas. Esse teste reprova de 40 a 50% dos painéis submetidos ao teste.
  • Damp-Heat (1000 horas): O painel solar deverá suportar a exposição a longo prazo com umidade de 85% e numa temperatura de 85ºC durante 1000 horas. Esse teste reprova de 40 a 50% dos painéis submetidos ao teste.

Definição STC – Standard Testing Conditions (Condições Padrões de Teste)

O STC corresponde a 1000W/m², 25ºC de temperatura da célula em uma referência solar de irradiância espectral chamada Massa de Ar 1,5, conforme definido no IEC 60904-3.

Gostou do nosso artigo? Que tal deixar para nós um feedback com sua opinião nos comentários? Sua opinião é muito importante para nós! Até mais!

Valdemar Medeiros
Formado em Segurança do trabalho, especialista em marketing de conteúdo em conjunto de ações de SEO e Universitário de Publicidade e Propaganda.