Tuesday, 21 de September de 2021

Cemig planeja grandes projetos e irá investir na geração de energia renovável

Cemig – energia – energia renovável

A Cemig tem a expectativa de definir, até o fim deste ano, um cronograma efetivo para o início da construção de projetos de energia renovável

Em entrevista ao Valor Econômico, o diretor de finanças e de RI da Cemig, Leonardo George de Magalhães, reconheceu que a disparada de aerogeradores e painéis fotovoltaicos nos últimos meses acabou dificultando decisões de investimento em novas unidades. Porém, a Cemig (Cemig) espera ter “boas notícias” nos próximos meses sobre a retomada de investimentos em empreendimentos próprios de geração de energia renovável, um dos principais pilares de seu plano estratégico até 2025. Confira ainda esta notícia: Com diversos recordes, usinas de energia eólica tem amenizado crise hídrica em que vive o país

Posts recentes

Os novos projetos da Cemig no setor de energia renovável

O executivo da Cemig ressalta que a companhia tem a expectativa de definir, até o fim deste ano, um cronograma efetivo para o início da construção de projetos solares, aproveitando o potencial de insolação de Minas Gerais, Estado que concentra o maior número de usinas e potência instalada da fonte no país.

A Cemig SIM, empresa do Grupo Cemig focada em energia renovável, vai receber aportes de R$ 1 bilhão até 2025, da sua controladora, para investir em projetos ligados às fazendas de energia solar. Segundo a empresa, o investimento tem como meta a ampliação de sua participação no mercado de geração distribuída compartilhada de atuais 10% para 30% até o final de 2025. A companhia, que hoje conta com 11 fazendas solares já em operação, pretende inaugurar mais sete ainda no primeiro semestre deste ano de 2021.

Novos investimentos

João Paulo Campos, diretor de desenvolvimento de negócios e finanças da Cemig SIM, diz que o planejamento estratégico da Cemig prevê investimento de R$ 1 bilhão no negócio de geração distribuída, que acontece através da Cemig SIM. Contudo, irão buscar uma estrutura ótima de capital, ou seja, não necessariamente será com recursos próprios, e, segundo o executivo, pode-se fazer algum tipo de alavancagem que rentabilize e otimize os resultados no setor de energia solar.

Já o CEO da Cemig SIM, Danilo Gusmão, diz que acreditam que o futuro do setor elétrico passa por um aumento do volume de recursos distribuídos e sistemas inteligentes. Segundo ele, é estratégico para a companhia fortalecer a atuação no segmento de geração distribuída (GD), ou energia solar por assinatura.

Plano estratégico da Cemig em energia renovável

Os recursos a serem realizados compõem o plano de estratégia anunciado recentemente pela empresa, que consiste em alcançar, até 2025, 30% de atuação no mercado de energia solar por assinatura no estado de Minas Gerais com lucros antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda) em R$ 170 milhões anualmente.

Danilo ainda ressalta que a Cemig SIM tem preservado um avanço constante desde a sua inauguração, realizada em outubro de 2019, sendo orientada por um plano institucional que visa assegurar uma participação construtiva – tanto do ponto de vista regulatório quanto financeiro – no desenvolvimento de um modelo sustentável de geração distribuída de energia solar.

O executivo diz que o mercado de geração distribuída é caracterizado por muitos agentes, mas a Cemig SIM seguirá com foco em Minas Gerais. Gusmão diz que acredita na força da marca, que carrega a solidez e a credibilidade do Grupo Cemig, e, ainda, apresenta capilaridade no relacionamento com os clientes em todo estado.

Roberta Santiago
Engenheira de Petróleo, pós-graduanda em Comissionamento de Unidades Industriais, especialista em Corrosão Industrial. Entre em contato para sugestão de pauta, divulgação de vagas de emprego ou proposta de publicidade em nosso portal. Não recebemos currículos