Thursday, 29 de July de 2021

Saiba quais as principais diferenças entre a energia Solar e energia eólica

energia solar-energia eólica-diferenças

Fontes de energia, como seria o caso da energia eólica e energia solar derivam do meio ambiente natural. São obtidas de fontes inesgotáveis, ao contrário dos combustíveis fósseis.

Ao longo do tempo, a humanidade desenvolveu formas diferenciadas de transformar a energia a partir dos componentes da natureza, criando resultados aplicáveis às necessidades modernas, entre as principais da atualidade estão a energia solar e a energia eólica, que, ao lado de fontes como a hidráulica, térmica e nuclear, produzem eletricidade para abastecer cidades e indústrias por todo o mundo.

Separamos abaixo alguns pontos principais que diferenciam esses dois importantes métodos de geração energética:

O que é energia eólica e energia solar?

Ao comparar o preço de um gerador de energia eólica com o de um gerador de energia solar, muitos fatores devem ser levados em consideração, como vantagens e desvantagens de cada um.

A energia solar e a energia eólica são fontes renováveis de energia, limpas e sustentáveis. A energia solar fotovoltaica utiliza o sol para produzir energia elétrica enquanto a energia eólica produz energia com a força do vento movimentando grandes turbinas.

O que é Energia Eólica?

A energia eólica é advinda de fontes renováveis de produção. Portanto, a energia do vento, especificamente, é produzida a partir do aquecimento das camadas de ar que geram um leque de gradientes de pressão nas massas de ar.

A turbina eólica, graças ao movimento de rotação das pás, consegue transformar a energia cinética em energia mecânica e, por meio de um gerador, origina a energia elétrica. Além disso, a quantidade de energia que é gerada dependerá da densidade do ar, da velocidade do vento e da área coberta pela rotação das hélices (pás).

Energia limpa

Originadas de fatores naturais inesgotáveis, a energia solar e a energia eólica podem ser consideradas formas alternativas de geração de eletricidade. Isso porque ambas são derivadas de elementos naturais que não sofrem impacto com a exploração energética: a luz do sol e o vento. Além disso, seus benefícios ao meio ambiente também envolvem o fato de que sua utilização reduz a necessidade de combustíveis fósseis, recursos limitados e causadores de poluição.

O aquecimento solar é mais familiar à população, tendo aumentado seu uso recentemente, para aquecer a água em residências e no comércio. Porém, há diferenças entre esta forma de geração de energia e a solar.

A energia solar é definida como a produção em grande escala utilizando a força do sol, onde a luz é produzida atingindo células fotovoltaicas de silício e sendo convertida em eletricidade.

O processo é feito através de corrente contínua (CC). Por conta de o sol atingir a superfície da Terra, os painéis podem ser instalados em qualquer altura. A energia produzida pode variar de acordo com a época e o ano. O Brasil apresenta grande potencial de crescimento nessa área.

Entre os principais benefícios da energia fotovoltaica destacam-se a economia de até 95% na fatura de luz, a valorização do imóvel, o lucro com a energia gerada, a contribuição para um planeta sustentável.

Estrutura necessária para gerar energia através do vento

A estrutura necessária para a geração de energia a partir do vento envolve grandes turbinas ou moinhos, construídos com base em um sistema de hélice, capaz de transformar energia cinética em energia mecânica ou elétrica.

energia solar, por sua vez, tem seu princípio baseado, principalmente, em painéis solares, compostos por células fotovoltaicas que convertem a luz do sol em eletricidade. Os painéis podem ter tamanhos e potência variados, sendo acessíveis para instalação em qualquer lugar em que a luz do sol possa atingir.

O processo de obtenção da energia eólica é feito através de hélices, em corrente alternada (CA). A energia cinética gerada nas hélices é transformada em energia elétrica. Alguns parâmetros influenciam na potência da hélice, como seu diâmetro, a dimensão do gerador e o rendimento do sistema.

Locais de maior produção da energia eólica são áreas costeiras, com relevo pouco acidentado e ventos favoráveis. O Nordeste é a região mais propícia para receber essa fonte no país.

Diferenças entre energia solar e energia eólica

Ambas são fontes de energia limpas, pois não liberam na atmosfera gases poluentes causadores do efeito estufa; e renováveis, pois vêm de recursos naturais inesgotáveis.

Além disso, sua produção pode variar de acordo com a época e o ano; e é no Nordeste que ambas geram maior resultado aos seus investidores. Isso porque há maior disponibilidade solar e de ventos na região quando comparado com outras áreas do país.

Mas as semelhanças acabam aqui. Em comparação à energia solar, a energia eólica precisa de praticamente o dobro de território para produzir a mesma quantidade de megawatts, por conta de toda a estrutura que abarca as hélices. Já em relação à produção nacional, ela gera mais energia que a solar, sendo responsável por cerca de 2% de geração brasileira anual.

Os sistemas fotovoltaicos, em contrapartida, são reconhecidos pelo seu baixo impacto ambiental e custo acessível à população, podendo ser instalados em pequenos telhados. Entre os principais benefícios da energia fotovoltaica destacam-se a economia de até 95% na fatura de luz, a valorização do imóvel e a contribuição individual para um planeta sustentável.

Como funciona a energia eólica: partes da turbina

A turbina eólica é composta por:

  • Anemômetro: Mensura a intensidade e a velocidade do vento. Precisa funcionar de dez em dez minutos;
  • Biruta: Sensor de direção que indica para onde vai o vento. A direção do vento precisa permanecer perpendicular à torre para que haja maior aproveitamento;
  • Caixa de multiplicação: É responsável por propagar a energia mecânica do eixo do rotor para o eixo do gerador;
  • Gerador: Item fundamental para a conversão da energia mecânica do eixo em energia elétrica;
  • Mecanismos de controle: Realiza a adequação entre a potência nominal e a velocidade do vento, já que há variação de frequência durante determinados períodos;
  • Nacele: Compartimento localizado no alto da torre. É composto por determinados itens que mantêm o sistema funcionando. São eles: freios, caixa multiplicadora, mancais, embreagem, sistema hidráulico e controle eletrônico;
  • Pás: Realizam a captação do vento, transferindo sua potência ao centro do motor;
  • Rotor: Peça conectada ao eixo responsável por transferir a rotação das pás ao gerador;
  • Torre: Parte que sustenta tanto o rotor quanto a nacele na altura certa para o bom funcionamento.

De modo simples e eficiente, por meio de hélices conectadas a uma turbina, é possível acionar um gerador elétrico que atua na produção de energia eólica. O funcionamento ocorre da seguinte forma:

A força dos ventos movimenta as hélices, que giram um eixo e se ligam a um gerador (composto por dois ímãs), que produz energia elétrica;

A carga é direcionada para uma estação de armazenamento, utilizada como uma bateria muito grande (no caso de sistemas off grid), ou distribuída pela rede elétrica (para sistemas on grid).

Além disso, é possível definir as turbinas eólicas em dois modelos: eixo horizontal e eixo vertical. Desta forma, turbinas eólicas de eixo horizontal são caracterizadas por duas ou três lâminas, enquanto as que possuem três pás são operadas “contra o vento”, com as lâminas de frente para o vento. Entretanto, as turbinas eólicas de eixo vertical são instaladas “a favor do vento”, possuindo o mesmo princípio de operação, podendo ser construídas em terra ou no mar.

Vantagens e Desvantagens da Energia Eólica e da Energia Solar

As principais vantagens e desvantagens de ambas fontes de energia renovável serão listadas aqui para ajudá-lo na escolha do tipo de energia que melhor se encaixa em sua propriedade. Saber as vantagens e desvantagens da energia eólica, ou da energia solar, leva poucos minutos e pode mudar sua forma de usar a energia elétrica!

Tipo de energiaVantagensDesvantagens
Energia solarÉ totalmente renovávelAlto custo de aquisição
Energia solarNão poluiFalta de incentivos no Brasil
Energia solarPossui baixo custo considerando a vida útilNão funciona durante a noite
Energia eólicaÉ inesgotávelIntermitência (nem sempre o vento sopra quando necessário)
Energia eólicaNão emite gases poluentes e nem gera resíduosImpacto visual considerável/Modificação da paisagem
Energia eólicaDiminui a emissão de gases do efeito estufa (GEE)Impacto sonoro (produz ruído constante)
   

Por fim, em comparação à energia solar, a energia eólica precisa de praticamente o dobro de território para produzir a mesma quantidade de megawatts, por conta de toda a estrutura que abarca as hélices. Já em relação à produção nacional, ela gera mais energia que a solar, sendo responsável por cerca de 2% de geração brasileira anual. Assim como na energia solar, a produção pode variar de acordo com a época e o ano.

Valdemar Medeiros
Formado em Segurança do trabalho, especialista em marketing de conteúdo em conjunto de ações de SEO e Universitário de Publicidade e Propaganda.