Sunday, 24 de October de 2021

JFE investe na ‘primeira’ fábrica de fundação monopilha do Japão

eólica japão

Investimento de ¥ 40 bilhões em resposta à meta de 45 GW de energias renováveis ​​do país

A JFE Engineering Corporation está investindo ¥ 40 bilhões (€ 300 milhões) para construir a “primeira” fábrica de fundação monopilha do Japão para energia eólica offshore.

A instalação está programada para ser construída nas instalações da JFE Steel West Japan Works, no distrito de Fukuyama, na cidade de Kasaoka, na província de Okayama.

Uma grande chapa pesada única será fabricada pela JFE Steel e, em seguida, transportada para a nova fábrica para fabricar tubos monopilha e de peça de transição.

As monopilhas concluídas serão enviadas diretamente para o local de construção dos parques eólicos offshore, disse a JFE.

Tubos brutos de peças de transição também serão transportados por mar para a JFE Engineering Tsu Seisakusho e, após a instalação de materiais secundários e peças internas, serão transportados por mar de Tsu Seisakusho.

No futuro, a JFE planeja adicionar uma instalação de fundação do tipo jaqueta e estabelecer um sistema completo de linha para a fabricação de fundações de energia eólica offshore.

O lançamento de uma empresa de manufatura doméstica para monopilhas contribuirá muito para o cumprimento da meta governamental de energias renováveis, disse a JFE.

O governo japonês estabeleceu uma meta de reduzir as emissões de gases de efeito estufa a praticamente zero até 2050, e a geração de energia eólica offshore deve ser a chave para tornar a energia renovável a principal fonte de energia.

A ‘Visão da Indústria Eólica Offshore (1ª)’, anunciada em dezembro do ano passado, estabeleceu a meta de formar projetos de 30 GW a 45 GW e aumentar a taxa de aquisição nacional para 60% até 2040.

Paulo Nogueira
Com formação técnica, atuei no mercado de óleo e gás offshore por alguns anos. Hoje, eu e minha equipe nos dedicamos a levar informações do setor de energia brasileiro e do mundo, sempre com fontes de credibilidade e atualizadas.