Saturday, 04 de December de 2021

Geração distribuída (GD) ganhará novos investimentos graças à parceria entre Blox Capital e Energética

Setor de energia renovável, em especial, a Geração Distribuída, vem ganhando destaque devido a parcerias, como a Blox Capital e Energética

Setor de energia renovável, em especial, a Geração Distribuída, vem ganhando destaque devido aos novos investidores

Com o aumento na conta de luz, a busca por fontes de energias renováveis está crescendo cada dia mais. Além desse aumento, um dos principais motivos para que a energia solar, eólica e outras tenham ganhado forças e viessem a ser tão requisitadas, foi devido ao Acordo de Paris. Tal acordo busca por soluções e práticas ambientais mais sustentáveis, para que as mudanças climáticas não afetem de forma tão brusca, o planeta. Pensando por esse lado, é que os projetos em geração distribuída (GD) ganharam nessa quarta-feira, (13/10), uma parceria formada entre a Blox Capital e a Energética.

Veja outras notícias sobre Energia renovável:

Como a Blox Capital e a Energética irão contribuir para o setor de energia renovável, em especial, nos projetos em geração distribuída (GD)?

A partir de agora, a Energética S/A irá prestar consultoria para que a Blox Capital, pertencente a fintech Bloxs Investimentos Alternativos, no que diz respeito aos projetos de energia em geração distribuída. Dessa forma, a empresa no ramo de energia renovável, irá atuar no comitê de investimentos, de modo que possa analisar, selecionar e fiscalizar os projetos de GD. Para que isso fosse possível, a Blox criou o seu primeiro Fundo de Investimentos, voltado para essa categoria.

Para Felipe Souto, fundador e CEO da Blox, “o segmento de geração distribuída sempre foi uma das nossas grandes apostas desde nossa fundação. Hoje, possuímos algo próximo de 10 MW já investidos, operacionais ou em fase avançada de implantação, além de um pipeline robusto com mais de 100 MW para novos investimentos que agora ganham mais celeridade com a chegada da Energética ao nosso comitê”.

A parceria será benéfica para ambas as empresas, no entanto, quem mais sairá beneficiado será o próprio setor de energia renovável. Dessa forma, a expectativa é que os projetos que serão desenvolvidos de agora em diante, venham contribuir de forma significativa para o setor, mas além disso, consigam reduzir o impacto causado por outras fontes não renováveis, ao meio ambiente.

Do ponto de vista de Otávio Pacheco, sócio fundador da Energética, espera-se “contribuir sobremaneira com o projeto da Blox no segmento de GD aportando nossa ampla experiência na área, tanto neste momento de seleção e análise dos projetos, bem como, uma futura atuação junto ao nosso braço de Comercialização de Energia. O projeto é audacioso e está no timing certo”.

O que é energia em Geração Distribuída (GD)?

Atualmente, muito se tem debatido sobre fontes de energias renováveis, com o objetivo de reduzir a conta de luz e contribuir com a redução de emissões na atmosfera. Descrevendo de forma sucinta, a Geração Distribuída (GD) pode ser definido como a energia elétrica gerada no próprio local de consumo, ou nas proximidades. Onde o consumidor terá uma maior independência, e optar por utilizar somente a potência que será suficiente.

Para esse método inovador em geração de energia, são utilizadas as tecnologias mais recentes e que possuem baixa potência, necessária somente para abastecer um ou mais local. Dentre as tecnologias existentes, podemos citar: cogeradores, painéis fotovoltaicos, Pequenas Centrais Hidrelétricas – PCH’s e geradores de emergência.

Ruth Rodrigues
Formada em Ciências Biológicas pela Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN), atua como redatora e divulgadora científica.