Início Enerfin do Brasil ganha leilão e pagará R$2,4 milhões ao mês por energia solar fotovoltaica ao Governo de Pernambuco

Enerfin do Brasil ganha leilão e pagará R$2,4 milhões ao mês por energia solar fotovoltaica ao Governo de Pernambuco

agosto 30, 2022 às 4:22 pm
Compartilhe
Siga-nos no Google News
Enerfin do Brasil
Enerfin do Brasil (Reprodução: divulgação)

Na última semana, a Enerfin do Brasil ganhou o leilão, que planeja definir a empresa que vai construir, operar e manter uma usina de geração de energia fotovoltaica para atender os prédios públicos do Estado de Pernambuco, num contrato de 28. A empresa espanhola saiu na frente e é a escolhida pelo governo regional.

Neste sentido, os investimentos na implantação da usina, além dos equipamentos durante a vigência do contrato de concessão, será de aproximadamente R$210 milhões, garantindo a geração de energia renovável destinada a 52 unidades consumidoras do Grupo A, de alta tensão, da administração pública de Pernambuco. Sucursal brasileira do grupo espanhol Elecnor, a Enerfin Brasil lançou a proposta mais vantajosa, que conta com o menor valor de contraprestação por parte do estado de Pernambuco no leilão. Sendo assim, o valor ofertado pela Enerfin do Brasil foi de R$2.041.943,00, tendo um deságio de 12,12% em relação ao valor máximo definido no edital, que era de R$2,3 milhões ao mês.

Para isso, o processo de disputa pela PPP ainda contou com outros quatro participantes, além da Enerfin do Brasil, sendo a Atiaia Energia S/A, Consórcio Capibaribe — formada pelas empresas Elétron Energy e Kroma, além do Consórcio Margarida, gerido pela European Energy e Simm Soluções.

Energin do Brasil terá usina em Pernambuco

A usina de geração renovável será construída no município de Salgueiro, no Sertão Pernambucano, com a estimativa de gerar cerca de 300 empregos diretos. Neste sentido, foi informado que o prazo para a construção da usina é de 36 meses, logo após a assinatura do contrato. No estado de Pernambuco, diversos são os órgãos que serão beneficiados com a energia solar, sendo elas as sedes das secretarias estaduais e unidades da administração indireta, como Hemope, Detran e a Agência de Tecnologia da Informação (ATI).

Sendo assim, o modelo de contratação da usina será uma concessão administrativa. Até o sétimo mês de assinatura do contrato, todas as unidades consumidoras serão migradas para o ambiente de contratação livre de energia, e devem receber energia da concessionária, por um contrato de fornecimento no ACL. Por fim, Marcelo Bruto, secretário executivo de Parcerias e Estratégias da Secretaria de Planejamento e Gestão (Seplag), apontou que Pernambuco é o primeiro estado brasileiro que destina uma grande parte de energia para a energia renovável fotovoltaica, tendo como benefícios a redução do seu custo.

Além disso, ele apontou que, hoje, o estado teve uma resposta muito significativa do mercado, como a participação de quatro grupos na disputa, que acreditam e confiam no processo de instalação da usina, além do caráter do estado de Pernambuco.

Conheça mais sobre a Enerfin do Brasil

Filial brasileira do grupo Elecnor/Enerfin, a Enerfin do Brasil busca promover, desenvolver, financiar e construir projetos de investimentos em energia eólica e solar, no mercado brasileiro. A empresa acredita que a modalidade é um dos passos fundamentais para um futuro mais verde e sustentável. Atualmente, a Enerfin do Brasil conta com 375 MW eólicas em operação localizados no estado do Rio Grande do Sul, além de 256 MW em operação no estado do Rio Grande do Norte. Buscando oferecer soluções viáveis para o setor, a Enerfin do Brasil cria projetos singulares que valorizam as necessidades e particularidades dos locais onde são projetados e implantados, sempre se comprometendo com o respeito ao meio ambiente e a integração social dos seus parques, por meio de iniciativas inovadoras que visam preservar os valores históricos, culturais, e artísticos dessas localidades.

Relacionados
Mais recentes